Eletrobrás investe R$7 milhões em saneamento ambiental

A Eletrobrás assinou no dia 17/06, em Brasília, convênios no valor total de R$ 7 milhões, com 11 operadoras de saneamento ambiental das cinco regiões para a implementação de projetos de conservação e uso eficiente de energia elétrica e água. O program

  
  

A Eletrobrás assinou no dia 17/06, em Brasília, convênios no valor total de R$ 7 milhões, com 11 operadoras de saneamento ambiental das cinco regiões para a implementação de projetos de conservação e uso eficiente de energia elétrica e água.

O programa, chamado Procel/Sanear, beneficiará cerca de dois milhões de pessoas em todo o país. Além dos R$ 7 milhões provenientes da Eletrobrás, o Procel/Sanear terá ainda mais R$ 3,6 milhões em contrapartidas oferecidas pelas operadoras de saneamento.

O presidente da Eletrobrás, Silas Rondeau, ressaltou a importância do programa por atingir as operadoras de saneamento, responsáveis por 2,3% do consumo total de energia elétrica do país, que hoje está em torno de 7 bilhões de kW/h por ano.

A despesa com eletricidade é o segundo maior custo na planilha das operadoras, perdendo apenas para o gasto com pessoal.

Em seu discurso, Rondeau agradeceu o empenho da ministra das Minas e Energia, Dilma Rousseff, para a implementação dos convênios.

“Ela sabe da importância do programa para a economia de energia elétrica no país”, disse o executivo.

Doze projetos foram escolhidos entre os 57 apresentados para julgamento técnico de uma comissão formada por representantes do Ministério de Minas e Energia, Eletrobrás, Centro de Pesquisas de Energia Elétrica
(Cepel), Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades, Ministério do Meio Ambiente, Caixa Econômica Federal e BNDES.

No mesmo evento foi assinado ainda o Protocolo de Cooperação Técnica entre o Ministério de Minas e Energia e o Ministério das Cidades.

O protocolo visa à atuação conjunta de técnicos de ambos os ministérios para planejamento e implementação de ações que tornem mais eficiente o uso de energia elétrica e água em sistemas públicos de abastecimento de água e de esgotamento sanitário.

Eletrobrás lançou também Plano de Ação e Programa de Capacitação em Eficiência Energética

Durante a cerimônia foram lançados ainda o Plano de Ação do Procel Sanear, e o Programa Nacional de Capacitação em Eficiência Energética. O Plano de Ação reúne 16 projetos que tem como objetivo a redução das despesas de energia elétrica das empresas de saneamento e o aumento da taxa de universalização do serviço.

Entre as ações previstas estão a criação de políticas públicas integradas e o apoio a ações que estimulem o desenvolvimento tecnológico de sistemas e equipamentos utilizados pelo setor de saneamento.Para a realização do Plano, a Eletrobrás investirá cerca de R$ 10 milhões em dois anos.

Já o Programa Nacional de Capacitação em Eficiência Energética terá como foco os profissionais de saneamento e será desenvolvido pela Eletrobrás, em parceria com a Associação Brasileira de Engenharia
Sanitária e Ambiental, envolvendo investimentos em torno de R$ 1,5 milhões até 2006.

Fonte: Agência Eletrobrás

  
  

Publicado por em