Empresas conscientes apoiam projetos de preservação ambiental

Conscientes da importância do desenvolvimento de ações de responsabilidade social, as empresas mineiras investem cada vez mais em trabalhos voltados para a sociedade e para o meio ambiente. Como exemplo desse tipo de iniciativa, a Belgo Bekaert, líder

  
  

Conscientes da importância do desenvolvimento de ações de responsabilidade social, as empresas mineiras investem cada vez mais em trabalhos voltados para a sociedade e para o meio ambiente.

Como exemplo desse tipo de iniciativa, a Belgo Bekaert, líder na América Latina no mercado de arames com sede em Contagem-MG, tornou-se parceira de dois importantes projetos de preservação ambiental.

O Centro de Triagem de Animais Silvestres – Cetas – do Ibama de Belo Horizonte, com apoio da Belgo Bekaert, ganha novos viveiros para receber animais resgatados ou apreendidos pelos órgãos fiscalizadores.

Tradicional fabricante de telas e gradis para cercamento, a Belgo Bekaert doou o material utilizado na construção das instalações – as telas Belgo Cor. Tecnologia exclusiva da empresa, esse tipo de tela é ideal para a utilização em viveiros, por ser produzida com arame galvanizado colorido verde que, além de proporcionar mais qualidade e durabilidade ao produto, se harmoniza com o ambiente.

Segundo Daniel Vilela, chefe do Núcleo de Fauna do Ibama, com as telas doadas pela Belgo Bekaert foram construídos seis viveiros grandes, sendo quatro para aves, um para réptil e um para primatas; cinco pequenos recintos para primatas e uma jaula para capturar e transportar felinos. Até o final do ano mais quatro repartições para aves vão ser construídas com o material recebido.

Daniel explica que os Centros de Triagem de Animais Silvestres têm a finalidade de recepcionar, triar e tratar os animais, que precisam ser alojados com segurança e proteção até serem conduzidos ao melhor destino.

Desde que não estejam entre as espécies ameaçadas de extinção, os animais apreendidos são encaminhados preferencialmente para zoológicos, criadouros registrados no Ibama e centros de pesquisas.

“O apoio de empresas que cumprem seu papel social e ambiental é fundamental para que o Cetas tenha condições de oferecer um tratamento adequado aos animais”.

Outra atuação da Belgo Bekaert na área ambiental é a parceria com a Fundação Ecotrópica no projeto de conservação de reservas no Pantanal (Mato Grosso).

A empresa doou oitenta rolos de arame liso Z-600 utilizados na reforma das cercas da reserva Acurizal, localizada no Pantanal na divisa com a Bolívia. O viveiro de recomposição de mudas nativas da região em áreas degradadas nas reservas Acurizal e Penha também foi reformado, em 2001, com telas doadas pela Belgo Bekaert.

Segundo Rita de Cássia Ayoub, gerente da Fundação, o apoio da Belgo Bekaert tem sido fundamental para que a Ecotrópica consiga atender às exigências da Legislação Ambiental no que se refere à delimitação das áreas administrativa e de preservação permanente, que deve estar livre para o trânsito da fauna.

A Ecotrópica, fundação ambientalista sem fins lucrativos, existe há 15 anos e desde 1994, mantém trabalhos no Pantanal e em especial nas reservas localizadas no extremo oeste do Brasil na fronteira com a Bolívia.

De acordo com Rita de Cássia, essas áreas, que ficaram fora do espaço do Parque Nacional do Pantanal, foram adquiridas pela Ecotrópica e transformadas nas reservas Acurizal, Penha e Dorochê, onde estão concentradas a maior parte das ações de preservação.

A gerente ressalta que para o desenvolvimento de todos os trabalhos, inclusive a compra das reservas, a Ecotrópica conta com a ajuda financeira de pessoas e principalmente de empresas sensibilizadas e preocupadas com o meio ambiente.

Fonte: Assessoria de Imprensa Belgo Bekaert

  
  

Publicado por em

Marcelo Branco

Marcelo Branco

01/02/2011 11:51:49
Gostaria que fosse retirado do site o meu comentário de 30/11/2008.

Marcelo Branco

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Marcelo, Nos passe a matéria em que está o seu comentário para que possamos deletá-lo. Envie para o e-mail: jornalismo@ecoviagem.com.br Atenciosamente, Equipe Ecoviagem
WYLLYAN FRAGOSO

WYLLYAN FRAGOSO

11/05/2010 15:57:15
A PRESERVAÇÃO DEVE SER TOMADO POR TODOS OS SERES RACIONAIS, POIS SOMENTE NOS SERES PESSANTES SABEMOS COMO PODER AJUDAR. SE NÃO AJUDARMOS A PRESERVAR A CUIDAR NOSSO FUTURO ESTARÁ COMPLETAMENTE COMPROMETIDO. QUE SEJAMOS CIENTES DISSO. TENHO 15 ANOS DE IDADE, MAS QUERO A CADA DIA TER MAIS CONHECIMENTOS.

Maria Cecilia

Maria Cecilia

02/11/2008 19:54:56
Penso que com a união de maiorias das empresas não haveria muita poluição.
E não é necessariamente as empresas deveriam unir e sim cada uma delas ter a consiencia dos poluentes que elas estão emitindo para o nosso mundo!
E uma empresa que solta muitos poluentes hoje em dia elas nao tem espaço no mercado!!
Então por isso pensem antes de acaber com nosso mundo um ajudando ao outro teremos um futuro bem melhor não so nós como nossos filhos.
Tenho somente 15 anos e estou dizendo isso por preucupação com meu futuro e espero que voce se preucupe com o seu tambem!
obrigado

Caroline

Caroline

10/09/2008 21:39:51
eu acho que todas as empresas deviam se reunir para debater esse assunto e fazer com que as outras empresas tabém adquiram essa ideia o mais rapido possivel!!!!!!!!!