1º Fórum dos Oceanos quer alertar sociedade sobre perigos que os mares correm

Embora os oceanos cubram mais de dois terços da superfície do planeta, não recebem atenção na mesma proporção

  
  

Nos dias 17 e 18 de outubro, alguns dos maiores especialistas do Brasil se reunirão para debater a importância da preservação dos oceanos, bem como a pouca atenção que eles recebem.

O 1º Fórum dos Oceanos, organizado pelo ambientalista Fabio Feldmann, MCI Group, e pelo São Paulo Boat Show, receberá 17 palestrantes com a meta de impactar a sociedade e mobilizar autoridades em torno da necessidade de colocar o cuidado com o bioma marinho na lista de prioridades da agenda civil e política.

O evento ocorre durante o São Paulo Boat Show, maior feira náutica indoor da América Latina, no Transamérica Expo Center, em São Paulo.

“Nos últimos 10 anos, a comunidade científica intensificou os alertas sobre a gravidade da situação dos oceanos, mas o poder público não acompanha esse ritmo. Nosso objetivo é justamente aproximar os dois grupos””, explica Fabio Feldmann, ambientalista e ex-deputado federal.

"Os amantes da náutica têm no DNA a preservaç ão dos oceanos, por isso, apoiamos a iniciativa do Fórum em prol de engajar e reforçar esse time de verdadeiros guardiões dos oceanos", comenta Ernani Paciornik, organizador do salão.

Embora os oceanos cubram mais de dois terços da superfície do planeta, não recebem atenção na mesma proporção. Pelo contrário, pagam a conta dos malefícios causados pelo aquecimento global, são tratados como o grande lixão do planeta e deles são extraídos mais alimentos do que é possível repor.

O assunto, que, depois de um boom no começo dos anos 2000, caiu novamente no esquecimento coletivo, voltou à baila com a divulgação de estudos que mostram o declínio na qualidade das águas e vida marinha nos últimos anos.

O mais recente deles, divulgado em agosto deste ano na importante revista Nature Climate Change, aponta que, além do aumento da temperatura da água, a acidificação, processo acelerado pelas altas taxas de emissão de dióxido de carbono, também está afetando a vida marinha, contribuindo para a diminuição da biodiversidade.

Os objetivos do fórum, além de informar e engajar a sociedade civil e autoridades, são: participar da formulação de políticas públicas de conservação dos oceanos; estimular a política externa brasileira a priorizar o esforço mundial pela “governança” dos oceanos; promover a disseminação do conhecimento científico sobre os processos que podem afetar a integridade e as funções ecológicas exercidas pelos oceanos e conscientizar sobre a importância da conservação dos oceanos, da biodiversidade marinha e das populações que vivem da pesca.

O fato de o evento acontecer durante o São Paulo Boat Show, evento náutico, o torna ainda mais simbólico. Os amantes da vida náutica, uma vez envolvidos, seriam um dos principais grupos da sociedade interessados na preservação dos mares e capazes de se mobilizar para isso.

Entre os palestrantes, estão Luiz Fernando Furlan, ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Denise Hamu, diretora do PNUMA - Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente e Carlos Joly, membro do Painel Multidisciplinar de Especialistas do IPBES – Plataforma Intergovernamental sobre Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos, entre outros especialistas do meio ambiente e representantes de ONGS com projetos ligados à preservação marinha.

O evento ainda discutirá a atenção dispensada pela mídia à questão dos oceanos e, para isso, uma mesa composta por nomes como o apresentador do programa Globo Mar Ernesto Paglia reunirá jornalistas e ambientalistas em torno do assunto.

Serviço


Local: Transamérica Expo Center – Av. Dr. Mário Vilas Boas Rodrigues, 387 - Santo Amaro - São Paulo


Data: 17 e 18 de outubro.
Horário: das 9:00 às 17:00.


Visite: www.revistaecotour.com.br
Fonte: Guilhermo Benitez

  
  

Publicado por em