Água e eficiência energética serão os destaques da Greenbuilding Brasil 2015

Serão tratados assuntos importantes como a gestão da água nas edificações e na indústria, a relação da água e o verde, e os desafios da sustentabilidade

  
  

O Brasil passa por uma de suas piores crises hídricas e energéticas de sua história, o que tem causado graves consequências para a sociedade, o meio ambiente e a economia. Para tentar minimizar esses impactos, a indústria brasileira da construção tem trabalhado para apresentar ao mercado soluções que visem o uso consciente da água e privilegiem a eficiência energética, como é o caso das construções sustentáveis, compostas por edificações residenciais, comerciais ou industriais.

Estimular e trazer as novas tendências para este setor é o objetivo da 6ª edição da Greenbuilding Brasil - Conferência Internacional e Expo – a feira de negócios da construção sustentável da América Latina, entre os dias 11 e 13 de agosto, no Transamerica Expo Center, em São Paulo (SP).

O evento deste ano trará sessões educacionais completas dedicadas ao tema “água”. Na oportunidade serão tratados assuntos importantes como a gestão da água nas edificações e na indústria, a relação da água e o verde, e os desafios da sustentabilidade nas cidades brasileiras, a otimização do uso de água potável e os recursos de água não potável, entre outros.

O tema “eficiência energética” é outro destaque das sessões. Serão debatidos temas como o Programa Nacional para a Energia Renovável, do Ministério do Meio Ambiente, os desafios e oportunidades para a indústria e o papel dos smart grids são alguns dos assuntos que estarão em pauta. A abertura do evento contará com a participação da ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva.

Para o diretor gerente do Greenbuilding Council Brasil, Felipe Faria, o Brasil já atingiu o patamar de grande potência quando o assunto é construção sustentável.

“A realização deste evento demonstra a maturidade que o Brasil alcançou neste segmento ao longo dos anos. Para nós é uma satisfação poder compartilhar inovação e conhecimento sobre este importante mercado, estratégico para o desenvolvimento econômico e social do Brasil”, afirma o executivo.

A Greenbuilding Brasil 2015 conta também com um extenso espaço de exposições, que receberá empresas nacionais e internacionais que apresentarão suas soluções destinadas ao mercado de construções sustentáveis.

Assim como nas edições anteriores, a Greenbuilding Brasil receberá um público qualificado, composto por tomadores de decisão do mercado de construção sustentável, diretores de empresas, arquitetos, construtoras e incorporadoras, engenheiros, prestadores de serviço, entidades governamentais, instituições financeiras, associações e instituições das áreas socioambientais, desenvolvimento sustentável, habitação, planejamento urbano, energia, água, entre outros.

- Mercado de green buildings aquecido no Brasil

Até o segundo trimestre de 2015, o Brasil contabilizou 966 edificações registradas no LEED. São 5% a mais de registros comparados ao mesmo período de 2014. Desse total, 235 já foram vistoriados e receberam a certificação.

Ao longo de 2014 foram registrados 135 empreendimentos, sendo 82 deles certificados. Em média foram sete certificações por mês e um projeto registrado a cada dois dias úteis do ano, números que comprovam o crescimento desse tipo de edificação no Brasil.

O país também tem se destacado pela diversidade nos tipos de edificação que certificaram nos últimos anos. Dentre eles destacam-se as plantas industriais, centro de logística, data centers, lojas de varejo e instalações esportivas, tendo em vista o envolvimento do GBC Brasil e seus membros em grandes eventos esportivos, como a Copa do Mundo 2014 e os Jogos Olímpicos 2015. Complementam a lista museus, instituições de ensino, bibliotecas, agências bancárias e planejamento urbano integrado, que também foram empreendimentos certificados recentemente.

A certificação LEED EBOM (Existing Building Operation and Maintenance), própria para edificações já existentes, desponta como grande oportunidade de expandir o número de edificações verdes no país. Hoje o Brasil possui 74 projetos LEED EBOM registrados, sendo 19 certificados.

- Certificação para o setor residencial desponta no país

O setor residencial começa a se movimentar em matéria de construção sustentável. Com vistas para o desenvolvimento desse mercado, o GBC Brasil lançou, em agosto de 2014, durante a realização da 5ª edição do evento, o Referencial GBC Brasil Casa.

O referencial foi criado para avaliar diferentes questões de sustentabilidade específicas para projetos residenciais. Após o lançamento, duas casas foram certificadas e outras 14 estão em processo de certificação, incluindo dois prédios residenciais.

Dentre os 14 projetos, sete estão em fase “piloto” e serão finalizadas ainda este ano, e os demais projetos com previsão para terminar em 2016.

Para Felipe Faria, há ao menos 700 grandes empreendimentos em processo de certificação LEED demandando soluções e serviços com foco em eficiência e diminuição de impactos socioambientais.

“Observamos que estamos em um crescente processo de conscientização do mercado, governo e sociedade ao conceito de sustentabilidade, princípio norteador do novo tratado que guiará a relação entre homem e planeta”, completa o executivo.

- 6ª Greenbuilding Brasil em números

Para este ano, a expectativa da organização do evento é reunir um público de cinco mil visitantes, com mais de mil congressistas e 100 empresas expositoras, nacionais e internacionais, distribuídas em um espaço de mais de seis mil metros quadrados.

Ao longo dos três dias de evento, cerca de 60 sessões técnico-educacionais que serão ministradas por 135 palestrantes: desempenho energético, cidades resilientes, escolas e hospitais auto suficientes em energia, novas certificações LEED (residenciais e em creches), redução de custo na construção por meio da sustentabilidade, utilização da madeira na construção, coleta automatizada de resíduos sólidos urbanos, as construções sustentáveis e sua relação com a saúde, bem-estar e a produtividade nos escritórios, são alguns dos exemplos.

“A Greenbuilding Brasil é uma ferramenta eficaz na disseminação das boas práticas sustentáveis na construção civil, no Brasil e em toda a América Latina”, afirma Sergio Jardim, diretor geral da Clarion Events Brasil, empresa organizadora do evento.

O programa de conferências desta edição contará com a presença da ex-ministra Marina Silva, que falará sobre a interdependência das questões ambientais, sociais, econômicas e políticas, chamando atenção para as oportunidades das construções sustentáveis e esboço de um novo cenário na chamada “política de suporte”, alinhando os esforços da iniciativa privada, governos e sociedade.

Visite: www.revistaecotour.tur.br

Fonte: Paulo Tonon

  
  

Publicado por em