Brasil e Alemanha realizam primeira feira conjunta de produtos e tecnologia sustentável

Entre as companhias alemãs instaladas no Brasil, empresas como BASF, Bosch, Volkswagen, Mercedes-Benz, Siemens, Allianz Seguros e ThyssenKrupp confirmaram presença.

  
  

A Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, em parceria com a Embaixada da República Federal da Alemanha no Brasil e do Consulado Geral da Alemanha em São Paulo, realiza, de 12 a 15 de março de 2009, no Transamérica Expo Center em São Paulo, a Ecogerma 2009, o primeiro congresso e feira de negócios de produtos e tecnologias sustentáveis realizados em conjunto pelo Brasil e pela Alemanha na América Latina. O evento conta também com o apoio dos governos e da iniciativa privada dos dois países.

Apesar do cenário recessivo mundial, a expectativa é que a feira movimente cerca de R$ 200 milhões em novos negócios. Até agora, foram comercializados mais de 5 mil metros quadrados de área de um total de 8 mil m2. Somente os governos brasileiro e alemão já reservaram, cada um, uma área de 700 m2.

“A crise internacional não afeta o enorme potencial de cooperação na área de sustentabilidade entre o Brasil e a Alemanha. A Ecogerma cria bases e excelentes oportunidades para negócios e parcerias, além de fortalecer a cooperação científica”, destaca Rolf-Dieter Acker, Presidente da Câmara Brasil-Alemanha.

Na avaliação de Thomas Timm, Vice-Presidente Executivo da Câmara Brasil-Alemanha, existe um ambiente favorável ao aumento do intercâmbio bilateral: é crescente o interesse do governo brasileiro e da iniciativa privada no tema sustentabilidade.

O Brasil é o mais importante parceiro comercial da Alemanha na América Latina e tem investido no desenvolvimento de tecnologias e produtos sustentáveis.

A Alemanha, por sua vez, é líder no setor, com 30% de participação no mercado mundial de geração de energias renováveis, 25% do mercado de tratamento de resíduos e tecnologias para reciclagem e 20% do mercado de tecnologia para a mobilidade (transporte).

A feira será aberta pelo Ministro do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, e pelo Ministro da Economia da Alemanha, Michael Glos. A Ministra da Educação e Pesquisa daquele país, Annette Schavan, abrirá o congresso. Além disso, a importância do evento para os dois países pode ser comprovada pelo número de ministérios e empresas participantes.

Ao todo, seis ministérios alemães estarão presentes, Alimentação, Agricultura e Direito do Consumidor; Educação e Pesquisa; Transporte, Construção e Assuntos Urbanos; Cooperação Econômica e Desenvolvimento; e Meio Ambiente, Proteção à Natureza e Segurança Nuclear. Do lado brasileiro, seis ministérios estão definindo detalhes da participação no evento, entre eles o do Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia e o da Agricultura.

Entre as companhias alemãs instaladas no Brasil, empresas como BASF, Bosch, Volkswagen, Mercedes-Benz, Siemens, Allianz Seguros e ThyssenKrupp confirmaram presença. Da Alemanha virão empresas de pequeno e médio portes e instituições de pesquisa com interesse em fazer negócios e estabelecer parcerias comerciais com o Brasil.

Soluções para o futuro:

Além da feira, a Ecogerma 2009 contará com um congresso sobre tecnologias sustentáveis com foco em seis áreas principais: Energia, Tecnologias Ambientais, Infra-estrutura, Pesquisa e Desenvolvimento, Indústria, Bens de Consumo e Agricultura Sustentável. Energias renováveis, eficiência energética, planejamento urbano e transportes, construção verde, tratamento de resíduos, proteção ambiental serão alguns dos temas abordados.

Está prevista ainda a realização de rodadas de negócios, debates e a apresentação de inovações e soluções do futuro no Market Place of Innovations, como carros ecológicos, pedágios eletrônicos e gerenciamento eletrônico de tráfego.

Prêmio:

Durante o evento, a Câmara Brasil-Alemanha concederá o Prêmio Ecogerma 2009 a escolas e universidades que se destacarem ao responder à pergunta “Como será o mundo em 2050?”. Alunos de 1ª à 4ª séries do ensino fundamental podem participar com desenho livre ou maquete; os de 5ª à 8ª séries podem enviar texto, desenho ou maquete. Alunos do colegial e universidades devem encaminhar texto ou filme. Os trabalhos devem ser desenvolvidos a partir de um dos seguintes temas: energia, agricultura, infra-estrutura, tecnologias, bens de consumo ou indústria, englobando questões sociais ou ambientais.

Sobre a Câmara Brasil – Alemanha:

A Câmara Brasil-Alemanha tem como missão o fomento ao intercâmbio de investimentos, comércio e serviços entre os dois países, além da cooperação regional e global entre os blocos econômicos.

A entidade conta com 1.800 associados no Brasil, que é considerado o maior parceiro comercial da Alemanha na América Latina. As cerca de 1.200 empresas alemãs instaladas no Brasil respondem por 8% do PIB industrial brasileiro e empregam aproximadamente 250 mil pessoas.

Fonte: Burson-Marsteller

  
  

Publicado por em

Jorge Veloz

Jorge Veloz

10/12/2008 20:20:54
Gostaria de participar como ouvinte, é possivel????

Vininha F. Carvalho

Vininha F. Carvalho

Para obter esta informação , entre em contato com Giuliana Gregori, que esta divulgando o evento, através do email: giuliana.gregori@bm.com Felicidades!
Sirlene Alvarenga Lage

Sirlene Alvarenga Lage

10/12/2008 15:57:40
Tenho certeza do sucesso deste evento.
Gostaria imensamente de participar...

Parabéns!