Câmara Brasil-Alemanha anuncia os vencedores do Prêmio von Martius de Sustentabilidade

Reconhece projetos de todo o Brasil, concluídos ou em realização, que promovam o desenvolvimento econômico, social e cultural alinhado com o conceito de desenvolvimento sustentável.

  
  

Com maior número de inscrições desde 2002, a nona edição do Prêmio von Martius de Sustentabilidade, realizada em Curitiba, tem três organizações paranaenses entre os vencedores: a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) ficou em primeiro lugar na categoria Tecnologia, com o projeto “Aproveitamento Energético de Biogás em Estação de Tratamento de Esgoto - Um Projeto de Sustentabilidade”; a Fundação O Boticário de Proteção à Natureza conquistou a primeira colocação na categoria Natureza, com o projeto “Oásis” e a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sema do Paraná) ficou em terceiro lugar em Natureza com o trabalho “Educação Ambiental para a Família Rural”.

O primeiro lugar em Humanidade foi conquistado pelo conjunto de projetos “Convivência com a Realidade Semi-Árida - Plantando Sementes de Solidariedade e Cidadania” e “Bancos de Sementes Comunitários - Resgatando práticas de Solidariedade e Cidadania”, inscrito pelo Centro de Educação Popular e Formação Social (CEPFS), de Teixeira (PB). Valorizar os recursos hídricos, resgatar a cidadania e promover a organização solidária são os objetivos desses dois projetos desenvolvidos com as comunidades do semi-árido da Paraíba.

A proposta desenvolvida pela Sanepar visa utilizar o gás metano, gerado como subproduto do processo de tratamento de esgoto doméstico, associado à geração de energia produzida por sistema eólico, como protótipo para a empresa se transformar em produtora de energia em vez de consumidora.

Já o projeto realizado pela Fundação O Boticário tem a intenção de conservar remanescentes da Mata Atlântica e proteger os recursos hídricos dos mananciais da Região Metropolitana de São Paulo por meio de pagamento por serviços de preservação realizada pelos proprietários das áreas selecionadas para serem protegidas.

O Prêmio:

O Prêmio von Martius de Sustentabilidade reconhece projetos de todo o Brasil, concluídos ou em realização, que promovam o desenvolvimento econômico, social e cultural alinhado com o conceito de desenvolvimento sustentável.

Dividido em três categorias, Humanidade, Tecnologia e Natureza, o Prêmio contou, este ano, com a participação de 184 projetos de todo o Brasil, dentre eles, 27 paranaenses. Desde 2000, quando o Prêmio foi criado, o número de projetos inscritos chega a 1.464.

Foram 12 projetos escolhidos para receber o Prêmio em cerimônia oficial no dia 11 de novembro, no clube Concórdia. Três trabalhos foram selecionados em cada categoria, além de outros três que receberam menções honrosas. Além do Paraná, os Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Paraíba são os que apresentam ganhadores este ano.

A cerimônia:

A responsabilidade com o desenvolvimento sustentável motivou a Câmara Brasil–Alemanha, a partir de 2007, a realizar o Prêmio von Martius de Sustentabilidade carbon free, para o qual é realizado um levantamento de todas as emissões de gás carbônico relacionadas ao Prêmio, que, após, são neutralizadas por meio do plantio de árvores. Este ano, a empresa responsável por essa tarefa é a consultoria em serviços e meio ambiente Atlântica Simbios, que segue os critérios do selo Carbon Fix, com certificação da BRTÜV.

Além disso, por atender a critérios de sustentabilidade socioambiental estabelecidos, em 2007, pelo Grupo Sustentax – Engenharia de Sustentabilidade, a cerimônia ganhou o selo SustentaX. As vantagens para o ganhador do selo, além da redução do impacto negativo ao meio ambiente e à sociedade, é proporcionar um maior conforto ambiental para os participantes do evento, uma diminuição dos custos operacionais durante sua organização e uma melhor imagem do evento junto aos seus públicos.

Este ano, a cerimônia de entrega do Prêmio foi realizada no Clube Concórdia, tradicional prédio histórico da cidade. O evento teve sua ambientação guiada pelos conceitos de sustentabilidade, história e modernidade, elementos que estiveram presentes em toda a composição do ambiente, desde o paisagismo aos painéis eletrônicos. O toque final do cenário construído para o evento foi a releitura do fascínio exercido pelos países tropicais durante do século XIX, época em que Carl Friedrich Philipp von Martius veio ao Brasil e que o Clube Concórdia foi construído.

O patrocínio do evento foi feito por várias empresas, entre as quais: Faber-Castell, Henkel, Petrobras, Tetra Pak e Gráfica Bandeirantes. Além disso, conta com o apoio do Ministério do Meio Ambiente, Pnuma, CEBDS, WWF-Brasil, Sustentax e InWEnt.

Os vencedores:

CATEGORIA HUMANIDADE:

- Organização: Centro de Educação Popular e Formação Social (CEPFS)

Projeto: Conjunto de dois projetos inscritos: “Convivência com a Realidade Semi-Árida - Plantando Sementes de Solidariedade e Cidadania” e “Bancos de Sementes Comunitários - Resgatando práticas de Solidariedade e Cidadania”

Local: Teixeira-PB

Classificação: 1º lugar

- Organização: Universidade de Taubaté (Unitau)

Projeto: “O Homem e o rio: educação ambiental para sustentabilidade do rio Paraíba do Sul”
Local: Taubaté-SP

Classificação: 2º lugar

-Organização: BBJ Associados

Projeto: “Talentos do Brasil”

Local: Rio de Janeiro-RJ

Classificação: 3º lugar

- Organização: Fundação Orsa

Projeto: Atuação da Fundação Orsa do Vale do Jarí

Local: Barueri-SP

Classificação: Menção honrosa

- Organização: Philips

Projeto: Doe Vida

Local: São Paulo-SP

Classificação: Menção honrosa

CATEGORIA NATUREZA:

- Organização: Fundação O Boticário de Proteção à Natureza

Projeto: “Projeto Oásis”

Local: Curitiba-PR

Classificação: 1°lugar

- Organização: Companhia Energética do Ceará (Coelce)

Projeto: “Programa Ecoelce de troca de resíduos por bônus de energia”

Local: Fortaleza-CE

Classificação: 2° lugar

- Organização: Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Paraná (Sema)

Projeto: “Educação ambiental para a família rural”

Local: Curitiba-PR

Classificação: 3° lugar

- Organização: Banco Bradesco

Projeto: Fundação Amazonas Sustentável: um Projeto Win-Win de Desenvolvimento Sustentável

Local: São Paulo-SP

Classificação: Menção honrosa

CATEGORIA TECNOLOGIA:

- Organização: Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar)

Projeto: “Aproveitamento energético de fontes renováveis em estação de tratamento de esgoto – um projeto de sustentabilidade”

Local: Curitiba-PR

Classificação: 1º lugar

- Organização: Fundação Mussambê

Projeto: “Reaplicação de tecnologia social para o aproveitamento total do coco babaçu: configurando novas relações de trabalho na cadeia produtiva no médio Mearim Maranhense”
Local: Juazeiro do Norte-CE

Classificação: 2º lugar

- Organização: Mercedes-Benz do Brasil

Projeto: “Uma abordagem competitiva na solução ambiental – Programa de Produção Mais Limpa”

Local: São Paulo-SP

Classificação: 3º lugar

Fonte: Câmara Brasil-Alemanha

  
  

Publicado por em