Congresso, no Hotel Sheraton, em São Paulo, debaterá as novas fronteiras do Investimento Social Privado no Brasil.

Precederá a realização da Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20

  
  

A sétima edição do Congresso GIFE, evento bienal realizado pelo GIFE – Grupo de Institutos Fundações e Empresas, reunirá cerca de 1000 lideranças nacionais e internacionais para sinalizar uma direção estratégica para o investimento social privado (ISP) no Brasil, apresentando uma perspectiva global durante o evento, que acontecerá de 26 a 30 de março, em São Paulo.

O Congresso GIFE precederá a realização da Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, que além de abordar um tema central para o investimento social nas próximas décadas, simboliza também os 20 anos de um marco fundamental da construção da sociedade civil brasileira.

A Rio+20 apresenta-se como uma oportunidade para refletir sobre o papel do investimento social no contexto de uma nova economia verde, inclusiva e responsável, que demanda também um redimensionamento na inserção dos investidores nesse cenário.

“Buscamos inovação em várias áreas, que vão desde aperfeiçoar o que vem sendo feito nos últimos anos no setor, a novas agendas políticas em que os investidores estão envolvidos, como, por exemplo, uma nova organização econômica, a sustentabilidade e a Rio +20”, argumenta o secretário-geral do GIFE, Fernando Rossetti.

O tema “Novas Fronteiras do Investimento Social”, que aborda, de um lado, a necessidade de trabalhar de forma inovadora questões já tradicionais do setor (como educação, saúde e meio ambiente) e, de outro, entende os novos desafios postos ao investidor, permeará todas as atividades do congresso, desde sua sessão de abertura, na qual será realizada uma reflexão sobre o estado atual do investimento social no Brasil, com a palestra do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, até a de encerramento, quando estarão reunidos grupos associativos que lidam sob diferentes focos com o desenvolvimento social do Brasil – CEBDS - Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável, Instituto Ethos, Greenpeace, Pacto Global, Fundação Carlos Chagas e GIFE.

Na programação, destaque também para temas como “Crowdfunding e doações individuais”, “O investimento social na construção da reputação das empresas”, “Relação Sociedade Civil e Governo”, “Parcerias empresa-governo no investimento social”, entre outros.

Sempre buscando oferecer o mais atual e aprofundado conteúdo sobre ISP desenvolvido no Brasil e no mundo, o GIFE convidou para palestrar e conduzir as dinâmicas do congresso ícones do setor, como Paula Johnson, diretora do The Center for Global Philanthropy.

Paula realizou um levantamento com a Global Equity Initiative (GEI), da Universidade de Harvard, sobre a ampliação do papel do investidor social na melhoria da equidade global.

Concomitantemente às mesas, durante todo o dia 29/3, ocorrerá o “Open Space”, espaço no qual os participantes são convidados a gerar a agenda do encontro liderando pequenos grupos de discussão.

“Vamos buscar, de forma transversal, introduzir novas metodologias de trabalho para aproveitar ao máximo não apenas os palestrantes, mas também investir em condições efetivas para valorizar as experiências e vivências que os próprios participantes trazem”, reconhece o secretário-geral do GIFE.

Visite: www.revistaecotour.com.br
Fonte: Grazielly Novais

  
  

Publicado por em