Convênios visam a fomentar pesquisa sobre recursos hídricos e gestão ambiental

Dois convênios assinados ampliarão investimentos no projeto Hidroex

  
  

Dois convênios assinados hoje (17), em Belo Horizonte, entre o ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, e o governador de Minas Gerais, Aécio Neves, ampliarão investimentos no projeto Hidroex, de pesquisa sobre recursos hídricos, e VerdeMinas, de educação ambiental.

O secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas, Alberto Portugal, destacou que os convênios irão “fortalecer a competência do estado na área de ciência, tecnologia, inovação e também na parte de pós-graduação”. Instituições de ensino superior, a Agência Nacional de Águas (ANA) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) também participam dos projetos.

O centro de pesquisa e capacitação na área de recursos hídricos (projeto Hidroex) já funciona no município mineiro de Frutal, e será consolidado a partir do convênio com um investimento acima de R$ 18 milhões. “Nós estamos criando um pool de instituições voltadas para a questão de recursos hidrídicos”, afirma. Segundo o secretário, o Hidroex fará parte de uma rede de pesquisa da Organização das Nações Unidas para a Educação a Ciência e a Cultura (Unesco) e, além do Brasil, quer outros países da América Latina e de língua portuguesa.

O segundo convênio firmado entre o Ministério de Ciência e Tecnologia e o governo mineiro é destinado ao projeto VerdeMinas. Mais de R$ 15 milhões serão investidos, em uma rede de 30 centros destinados à capacitação, intercâmbio e disseminação de informações sobre as questões ambientais.

Alberto Portugal ressalta que a iniciativa quer conscientizar o cidadão. “ É um esforço de capacitação de pessoas de diversos segmentos da sociedade sobre a importância da gestão ambiental, afim de se criar uma sociedade mais comprometida com essa questão”.

Fonte: Agência Brasil

  
  

Publicado por em