Evento internacional discutiu os caminhos para se alcançar a sustentabilidade

A Norma ISO 20121 aborda questões como gestão dos recursos naturais, descarte de resíduos, estímulo às economias locais, geração de empregos permanentes e acessibilidade.

  
  

De 7 a 10 de novembro, especialistas da área de eventos de nove países, se reuniram, na Escola Municipal de Astrofísica, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, para discutir e finalizar a elaboração da Norma ISO 20121 de Gestão da Sustentabilidade em Eventos. Entre os países, estavam: Austrália, Brasil, Canadá, Espanha, França, Inglaterra, Japão, Noruega e Suécia.

A Norma oferece recursos fundamentais para que eventos de qualquer porte e que estejam em qualquer nível da sustentabilidade, possam seguir e atingir, com excelência, a sustentabilidade social, ambiental e econômica.

Daniel de Freitas, chefe da delegação brasileira e coordenador da Comissão de Estudos Especiais da ABNT – ABNT/CEE 142, que é o comitê espelho do grupo ISO/PC 250 e diretor de Sustentabilidade do Instituto Brasileiro de Eventos (IBEV), fala da importância dessa reunião: - “Foi uma satisfação receber esses países para a fase de encerramento da elaboração da Norma.

Durante nossas discussões, seja no âmbito nacional ou internacional, procuramos desenvolver orientações ao mercado mundial de eventos, de como gerenciarem a sustentabilidade em suas atividades. Foram dois anos de muito estudo que valeram à pena”.

Freitas disse que a inclusão de questões de acessibilidade das pessoas com deficiências e a preocupação que as empresas terão com os custos foram dois pontos muito discutidos.

“A questão dos custos é bastante relativa, vai depender do que a empresa quer. Para evitar custos altos é importante buscar os recursos amplamente disponíveis no mercado. Comprometimento, colaboração e engajamento são palavras-chave nesse processo”, explica Daniel de Freitas.

A Norma ISO 20121 aborda questões como gestão dos recursos naturais, descarte de resíduos, estímulo às economias locais, geração de empregos permanentes, ética, saúde, bem-estar, inclusão e acessibilidade.

A Reunião Plenária da ISO/PC 250 - Gestão da Sustentabilidade em Eventos foi o último estágio antes da publicação da Norma em consulta pública, que acontecerá no primeiro semestre de 2012 – a frente da secretaria desse trabalho, estão a BSI - British Standard e co-secretaria a ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas.

Segundo Daniel de Freitas, em 2012 haverá a Olimpíada de Londres, que se propôs, como um exemplo de boas práticas, ser a primeira Olimpíada a trabalhar dentro de padrões mundiais em Gestão da Sustentabilidade de Eventos.

“Não podemos esquecer que a seguir, nos eventos de 2014 e 2016, será a vez do Brasil mostrar ao mundo do que é capaz”, enfatiza Freitas.

Visite: www.revistaecotour.com.br
Fonte: Bete Faria Nicastro

  
  

Publicado por em