Fórum de Educação Ambiental quer juntar o pensar e o saber

Garantir que esses dois lados se juntem numa mesma equação é o grande desafio hoje dos que pensam a educação ambiental no Brasil.

  
  

"O Pensar e o Fazer". Garantir que esses dois lados se juntem numa mesma equação é o grande desafio hoje dos que pensam a educação ambiental no Brasil. No segundo dia (23) de realização do VI Fórum nacional, no Rio de Janeiro, essa questão transpira por todos os lados, nas centenas de oficinas, nos minicursos, nas jornadas e nos pôsteres em exibição no espaço central do encontro. Na definição do Coordenador Geral do VI Fórum, Declev DiB Ferreira, o que a Educação Ambiental pretende é mudar o mundo, as pessoas, na sua forma de pensar e de agir e, para tanto, necessita de mecanismos e caminhos reais para se firmar entre eles, a via escolar, os meios institucional e o legal.

"Educação Ambiental é um dos instrumentos certos para ser formar um cidadão, aquele que é preocupado com o futuro, com o planeta e com as outras pessoas", explica o coordenador. Segundo ele, educação ambiental vem tomando contornos concretos com o aparecimento de algumas iniciativas, como, por exemplo, a criação do GT de Educação Ambiental e licenciamento, em dezembro de 2008, que vai ampliar e qualificar as ações de Educação Ambiental no licenciamento.

Declev explica que essa face da educação ambiental está em construção em todo o País, principalmente com a definição do Plano Nacional de Educação Ambiental. "A proposta do Fórum é reunir todas essas experiências em um mesmo lugar a fim de que sejam avaliadas", informa.

O encontro pensado e organizado pela Rede Nacional de Educação Ambiental está reunindo no Rio de Janeiro 40 integrantes da entidade com mais de quatro mil participantes. Nas mais de 100 oficinas que ocorrem simultaneamente, os participantes entram em contato com temas como: Os saberes e fazeres da Educação Ambiental na Educação Infantil; A Educação ambiental na colaboração entre instituições de pesquisa e a escola; A sociedade moderna, consumo e meio ambiente; Sociedade, Cultura e Natureza; e Os Desafios da Educação Ambiental Pública, entre outras.

Nesta sexta-feira (24), o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, participa do evento pela manhã. Às 10 horas, ele vai falar ao Fórum sobre as experiências de Educação Ambiental que vêm sendo desenvolvidas pelo MMA, entre elas, o Projeto Salas Verdes, que são espaços interativos de informação, educação, formação e ação socioambiental, que possibilitam a participação social na gestão ambiental. Vai falar também sobre o Circuito Tela Verde, a primeira mostra de vídeos ambientais. E ainda informar sobre a articulação que o Departamento de Educação Ambiental do MMA está articulando com a Federação de Entidades do Movimento Social para a elaboração de diretrizes para a educação ambiental no contexto das mudanças climáticas.

O escritor Ziraldo também visitará o Fórum e fará a inauguração do Espaço Semente.

Fonte: MMA

  
  

Publicado por em