Foz do Iguaçu sedia o 10º Encontro Cultivando Água Boa

O Dialogues e Humanité é um fórum global voltado à discussão de temas sobre a humanidade e as diversas crises hoje enfrentadas no mundo

  
  

A 10ª edição do encontro anual do Cultivando Água Boa (CAB), programa socioambiental desenvolvido pela Itaipu Binacional e diversos parceiros, deve reunir um público de aproximadamente 3 mil pessoas.

A programação começa nesta quinta-feira (22/11) e prossegue nesta sexta (23), no Hotel Rafain Palace, em Foz do Iguaçu. Entre as atrações, uma das mais esperadas do primeiro dia é a apresentação do jornalista ambiental André Trigueiro, que ministrará uma palestra magna às 20h.

A programação do CAB será aberta oficialmente às 17h, mas já pela manhã estão previstas várias atividades. Por um problema de agenda, a ministra de Meio Ambiente, Izabela Teixeira, não participará mais do encontro.

Conquistas e futuro:

O encontro “CAB+10”, que este ano terá como tema “O Caminho Adiante”, vai celebrar as conquistas, avaliar as ações executadas e planejar o próximo ano do programa socioambiental, que hoje já reúne 2.300 parceiros.

Para o diretor de Coordenação de Itaipu, Nelton Friedrich, "O Cultivando Água se consolida como uma experiência efetiva de democracia participativa, ao possibilitar esse espaço de diálogo com as comunidades, para que elas sejam protagonistas do planejamento e do processo de tomada de decisões na solução dos passivos sociais e ambientais das microbacias hidrográficas onde vivem.

Eventos paralelos:

Outro destaque desta edição do CAB é a realização, pela primeira vez na Região Sul, de um evento ligado ao Diálogos em Humanidade, conferência periodicamente realizada em Lyon (França), desde 2002.

O “Dialogues e Humanité” é um fórum global voltado à discussão de temas sobre a humanidade e as diversas crises hoje enfrentadas no mundo.

O Diálogos em Humanidade já tem um braço no Brasil, por meio do Brechó EcoSolidário, realizado em Salvador, em 2011, e agora chega a Foz como um evento paralelo do CAB, que será promovido no mesmo hotel, nesta quinta-feira (22), das 10 às 11h30, e liderado por uma das fundadoras do fórum, a cientista política e conselheira da prefeitura de Lyon, Geneviève Ancel.

Outro evento paralelo e que também será realizado nesta quinta-feira é uma reunião com prefeitos eleitos e reeleitos nos 29 municípios que compõem a Bacia do Paraná 3 (BP3). A ideia é reafirmar os compromissos de recuperação ambiental em toda a região com os prefeitos eleitos ou reeleitos.

Autoridades:

Além dos diretores brasileiros e paraguaios da Itaipu, estão confirmadas para a cerimônia de abertura as presenças do prefeito de Foz do Iguaçu, Paulo Mac Donald Ghisi; do teólogo Leonardo Boff; do coordenador de Desenvolvimento Institucional da Fundação Roberto Marinho, Marcelo Bentes; do cacique da Terra Indígena do Ocoy em São Miguel do Iguaçu, Daniel Maraca Mirin Lopes; e da socióloga Moema Viezzer, entre outras.

Cultural:

Na parte cultural, o evento contará com shows de Guilherme Arantes
(abertura) e da Família Lima (encerramento). Ainda na abertura, também haverá a apresentação do espetáculo de dança Telúrica, de Silvia Wya Poty.

Modelo inovador:

O CAB teve grande destaque na Conferência das Nações Unidas sobre
Desenvolvimento Sustentável – a Rio+20 – realizada no Rio de Janeiro, em junho deste ano, como modelo de gestão ambiental inovador. O programa estabelece uma rede de proteção dos recursos da BP3, localizada no Oeste do Paraná, na confluência dos rios Paraná e Iguaçu. Cerca de 1 milhão de habitantes, em 29 municípios, são beneficiados.

Percepções sobre o programa

De diálogos com a comunidade, a reunião de prefeitos eleitos, homenagens, palestras, apresentações culturais, premiações, shows e participação de grandes nomes ligados à sustentabilidade, o encontro será uma grande oportunidade de aprendizagem e troca de informações e percepções sobre o programa.

Metodologia participativa

Os encontros anuais do Cultivando Água Boa constituem um dos principais pontos da metodologia participativa que caracteriza o programa

A programação do evento

22 de novembro

10h - Diálogos em Humanidade

11h30 - Almoço / Encontro com Prefeitos eleitos/reeleitos da BP3

16h - Credenciamento / Café de recepção

17h - Início do evento: Espetáculo Telúrica – Silvia Wya Poty

18h - Homenagem 10 Anos de CAB

18h40 - Formação da mesa de honra

19h - Hino Nacional Brasileiro e Paraguaio

19h20 - Fala das autoridades

20h - Palestra Magna - André Trigueiro

21h10 - Apresentação Guilherme Arantes

23 de novembro

8h – Apresentação metodológica do dia, que abordará as temáticas:

- O novo modo de ser e sentir para sustentabilidade

- Alimentação e Produção Sustentável

- Cuidado com o Solo, Água e Biodiversidade

- Diversidade e Segmentos Sociais

8h15 Tema 1 – UM NOVO MODO DE SER E SENTIR PARA SUSTENTABILIDADE

10h Tema 2 – ALIMENTAÇÃO E PRODUÇÃO SUSTENTÁVEL

11h45 Premiação Concurso Ecopedagogia

12h Almoço

13h30 Premiação do Concurso Mascote, Bandeira e Letra do Hino dos

Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu

13h45 Tema 3 – CUIDADO COM O SOLO, ÁGUA E BIODIVERSIDADE

15h30 Tema 4 – DIVERSIDADE E SEGMENTOS ESPECIAIS

17h15 Compromisso institucional para a sustentabilidade

18h Encerramento

18h30 Show dos gaiteiros regionais

18h50 Show de encerramento: Família Lima

Números

O Programa Cultivando Água Boa atua na Bacia do Paraná 3, que compreende uma região com 29 municípios, cerca de 1 milhão de habitantes e área de 8 mil quilômetros quadrados. Nos últimos 10 anos, o programa alcançou resultados expressivos.

Veja alguns deles:

1.299,55 quilômetros de cercas para isolamento da mata ciliar;

19.540,27 hectares de conservação de solos;

165 unidades de distribuidores de dejetos;

142 unidades de abastecedouros comunitários;

788,30 quilômetros de cascalhamento de estradas;

644 quilômetros de adequação de estradas.

Visite: www.revistaecotour.com.br
Fonte: Itaipu Binacional

  
  

Publicado por em