Ministro de Cingapura abre a Reunião da ONU sobre Biodiversidade

Será o primeiro grande encontro internacional sobre meio ambiente após o encerramento da COP na Dinamarca

  
  

O ministro do desenvolvimento nacional de Cingapura, Mah Bow Tan, visitou o prefeito Beto Richa na tarde da terça-feira (5/1) e propôs uma cooperação técnica entre os dois governos para a troca de experiências e projetos ambientais.

"Já aprendemos muito com Curitiba sobre transporte público nas últimas décadas, e queremos aprender ainda mais sobre os projetos de desenvolvimento sustentável, que são uma de nossas maiores prioridades", afirmou o ministro.

Mah Bow Tan é um dos convidados de honra para a segunda Reunião de Curitiba sobre Cidades e Biodiversidade, que será aberta nesta quarta-feira (6/1), às 9h, no Parque Barigui.

O ministro falará sobre as soluções que Cingapura, cidade-país do sudeste asiático, encontrou para suprir a ausência de recursos naturais no território, como água, gás e todos os combustíveis, utilizados por 5 milhões de habitantes. Os recursos são importados de outros países e depois reciclados para novos usos.

O ministro também convidou o prefeito Beto Richa para o evento World Cities Summit, que acontecerá em Cingapura, de 28 a 30 de junho deste ano, e reunirá prefeitos e líderes locais de todos os continentes para discutir a sustentabilidade no ambiente urbano.

Pelo seu trabalho em Curitiba, o prefeito Beto Richa foi eleito recentemente em pesquisa nacional como o melhor prefeito do país, pelo 7º ano consecutivo, com um índice de aprovação pela população de 84% entre ótimo e bom.

Em Curitiba:

A Reunião de Curitiba é preparatória para a Conferência das Partes sobre Diversidade Biológica (COP 10) da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nagoya, no Japão, em outubro de 2010. As discussões e fóruns servirão de base para a definição de um Plano de Ação sobre a Biodiversidade dentro do Contexto Urbano.

Será o primeiro grande encontro internacional sobre meio ambiente após o encerramento da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP), em Copenhague, na Dinamarca.

"Vamos avançar nas discussões sobre biodiversidade urbana e cidades sustentáveis, tema que será levado à próxima COP, em Nagoya, no Japão", explicou o prefeito Beto Richa.

A Reunião de Curitiba vai de 6 a 9 de janeiro, e terá as participações de Ahmed Djoghlaf, secretário-executivo da Convenção sobre Diversidade Biológica da ONU, do biólogo e documentarista canadense Jean Lemire, da sul-africana Kobie Brand, diretora do Conselho Internacional para as Iniciativas Ambientais Locais, entre outros.

Já confirmaram presença 43 autoridades de 16 países. O encontro na capital também marcará o início das comemorações do Ano Internacional da Biodiversidade. A indicação de Curitiba para sediar a convenção partiu de Ahmed Djoghlaf.

"Nossa cidade tem tido uma participação de destaque nas discussões internacionais sobre meio ambiente. Foi em Curitiba que nasceu a proposta de que as cidades, e não apenas os governos dos países, participassem das grandes decisões mundiais sobre o tema, pois hoje a maioria da população mundial vive no ambiente urbano", afirmou Richa.

A proposta fazia parte da Carta de Curitiba, aprovada por prefeitos do mundo inteiro em Curitiba, reunidos na primeira Reunião de Curitiba, em 2007. A Carta de Curitiba foi apresentada por Richa na COP 9, em 2008, na cidade de Bonn, na Alemanha.

Fonte: Cris Gerlach

Visite: www.revistaecotour.com.br

  
  

Publicado por em