Projeto aponta oportunidades no mercado de orgânicos

A caravana é uma ação convergente com as ações governamentais e com as propostas da Copa de 2014

  
  

No dia 21 de fevereiro a "Caravana Copa Orgânica Brasil 2014" colocará o pé na estrada. O evento itinerante levará conhecimento sobre a produção e o desenvolvimento do mercado de alimentos orgânicos a consumidores, produtores e empresários das 12 cidades-sede do evento esportivo e 44 cidades vizinhas. O projeto é do Instituto BioSistêmico e conta com apoio do Sebrae e outros parceiros.

“A caravana é uma ação convergente com as ações governamentais e com as propostas da Copa de 2014”, explica a engenheira agrônoma do Instituto BioSistêmico, Priscila Terrazzan.

Segundo ela, o governo federal pretende fazer uma "copa orgânica" e com isso irão surgir diversas oportunidades para os cerca de 90 mil produtores orgânicos, a maioria da agricultura familiar. Hoje o mercado desses produtos no Brasil encontra-se em expansão, com faturamento em torno de R$ 400 milhões. A previsão é que com o evento esportivo esse valor dobre.

A primeira parada ocorrerá no dia 21 de fevereiro na cidade de Suzano (SP). Ainda neste mês o trabalho será realizado na capital paulista, dia 22, e na cidade de Ibiúna, dia 23 de fevereiro.

Em cada uma das regiões está prevista a realização de 12 palestras de sensibilização para empresários do setor de alimentos e consumidores, 36 cursos de noções básicas de agricultura orgânica e 12 palestras de sensibilização de consumidores e produtores.

Contando com três veículos equipados e personalizados, material didático, equipe de técnicos especializados e palestrantes, a caravana espera atender a um público total de 3 mil pessoas. Todas as atividades serão gratuitas.

Os interessados podem se inscrever na hora ou pelo site www.caravanacopaorganica.com.br. A previsão é percorrer todas as localidades até julho deste ano. O resultado dos trabalhos será apresentado na 7ª edição da Bio Brazil Fair, grande evento do setor, que acontece de 21 a 24 de julho, em São Paulo.

“Com a regulamentação no setor, proposta fundamental da "Copa Verde", os produtores orgânicos têm excelentes oportunidades de organizar e ampliar a produção, além de tornar os produtos mais conhecidos e acessíveis”, explica Priscila Terrazzan.

O Instituto BioSistêmico é uma entidade do terceiro setor voltada para o desenvolvimento de inovações tecnológicas em sustentabilidade.

A coordenadora nacional de agroecologia do Sebrae, Newman Costa, explica que a instituição está presente na ação com apoio financeiro, de mobilização e de articulação junto as empresas parceiras. Além de apoiar a "Caravana Copa Orgânica Brasil 2014", diversas áreas estão envolvidas com a "Copa Verde", proposta pelo governo federal.

“Hoje o Sebrae conta com 35 projetos agroecológicos em 20 estados. Nesses projetos são trabalhados diversos aspectos relacionados a agricultura orgânica”, afirma Newman.

Fonte: Sebrae

Visite: www.revistaecotour.com.br

  
  

Publicado por em