Esgoto do Distrito Federal pode virar adubo para agricultura

A Embrapa - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária realizou na 3ª feira (18/3), às 8h, um Dia de Campo para apresentar o uso do biossólido tratado pela companhia de saneamento de Brasília, a Caesb, como fertilizante na agricultura. O evento, com

  
  

A Embrapa - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária realizou na 3ª feira (18/3), às 8h, um Dia de Campo para apresentar o uso do biossólido tratado pela companhia de saneamento de Brasília, a Caesb, como fertilizante na agricultura.

O evento, com acesso gratuito, foi na unidade Cerrados, na BR 020, Km 18, em Planaltina (DF). No dia de campo foi mostrado como a tecnologia pode transformar o resíduo final do processamento do esgoto urbano doméstico, que tem alto potencial poluidor quando acumulado em locais inadequados, em um insumo de baixo custo e alto valor agronômico.

Em Brasília, a produção de biossólido úmido atinge 200 toneladas por dia, e a tendência é de que esse número aumente junto com o crescimento populacional. A ampliação do sistema de coleta e tratamento do esgoto prevê nos próximos dois anos uma produção diária superior a 400 toneladas.

"Transformar um problema ambiental em um benefício social é o desafio que está sendo superado", comenta José Eurípedes da Silva, pesquisador da Embrapa Cerrados e responsável pelo projeto.

No evento foi mostrado o efeito da aplicação do biossólido como fertilizante na produção de grãos e pastagens.

Fonte: Agência Brasil

  
  

Publicado por em