Exposição de orquídeas bate novo record em São Paulo

Cerca de trinta mil pessoas visitaram a 71ª. Exposição de Orquídeas da AOSP,Associação Orquidófila de São Paulo, que aconteceu entre os dias 17 a 19 de setembro, na Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa, no bairro da Liberdade, em S. Paulo, superando t

  
  

Cerca de trinta mil pessoas visitaram a 71ª. Exposição de Orquídeas da AOSP,Associação Orquidófila de São Paulo, que aconteceu entre os dias 17 a 19 de setembro, na Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa, no bairro da
Liberdade, em S. Paulo, superando todos os índices de expectativa.

A entrada franca e a proximidade com o metrô Santa Cruz, foram fatores que tornaram a mostra acessível a todas as camadas sociais. Deficientes físicos estiveram presentes e se encantaram com as belas flores.

Mais de mil orquídeas exóticas estiveram expostas nos três dias e foram julgadas por juízes brasileiros e por seis membros da AOS - American Orchid Society, que vieram especialmente para o evento.

Foram vendidas por volta de 15.000 plantas, com preços a partir de R$ 5,00, fato que proporcionou para que todos pudessem comprar sua plantinha, que foi acompanhada de folhetos grátis ensinando como se cultiva. As aulas grátis em três horários lotaram de interessados em aprender como tratar suas plantas, sendo necessária a utilização do auditório, para atender perto de 1.200 interessados por dia.

Dezenas de associações orquidófilas de S.Paulo, capital e interior, Paraná, Sta Catarina, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul mostraram suas raridades, que foram julgadas e premiadas no último dia.

As grandes vencedoras foram: Barbosella gardineri, cultivada por Sandra Nozak, considerada a Melhor Micro-orquídea; Lc. Beatriz Kunning, de Sérgio Barani, como o Melhor Híbrido; Paphiopedilum Schillianum do
Orquidário Aranda, como Melhor Cultivo; Cattleya warnerii tipo `Thais Barani`, como Melhor Espécie Nacional, de Sérgio Barani da Nóbile Flores e em quinto lugar ficou o Dendóbrium obtusisepalum, que conquistou o Prêmio Águia, de Jorge Kawasaki, ex-presidente da AOSP.

O famoso adubo produzido pela AOSP foi muito vendido. A procura crescente por publicações também cresceu, principalmente para o livro ORQUÍDEAS - MANUAL DE CULTIVO, um guia completo elaborado pelos associados, contendo 300 páginas, mais de 500 fotos coloridas de espécies caracterizadas, vendido ao preço de R$60,00.

Lúcia Midori Morimoto, presidente da AOSP, Associação Orquidófila de São Paulo, é geógrafa formada pela PUC, trabalhou como consultora ambiental em várias empresas e em área técnica no Instituto Geográfico e Cartográfico de São Paulo.

Após dois anos de estágio em biotecnologia no Japão promovido pela AEE-JATAK, onde aprendeu modernas técnicas, resolveu montar seu próprio laboratório de micropropagação de orquídeas: Orquidário Colibri, em São
Lourenço da Serra, na Grande São Paulo.

Lùcia declarou que a exposição ganhou novo recorde de público, graças à excelência do material apresentado e graças ao apoio maciço da mídia. O público mostrou-se disciplinado, apaixonado e sequioso de informações.
Várias caravanas do Brasil e do exterior, notadamente da Argentina, trazem pessoas cada vez mais interessadas em visitar as exposições e intercambiar experiências.

É notório o respeito que existe entre o público, inclusive com autoridades e atores televisivos de destaque nacional, transitarem livremente, sem serem abordados. A Polícia Florestal e Militar mantiveram presença dentro e fora do prédio, não tendo ocorrido nenhum incidente.

Uma personalidade internacional do mundo orquidófilo,o professor Yoshika Akashi, que veio do Japão para o evento, afirmou que viu mostras semelhantes em Taiwan e Indonésia, mas nenhuma com tantas variedades de espécies e principalmente de híbridos, como aqui. Há 9 anos visitou exposição da AOSP, e sentiu nesta, uma grande crescimento, profissionalismo e variedades decorrentes de trabalho em laboratórios.Akashi foi professor de Lúcia Midori Morimoto e sua irmã Márcia Sane Morimoto no Japão.

A AOSP comemora seu 37º aniversário e já organiza a 5a. Expoverão de Orquídeas, que se realizará de 03 a 05 de dezembro, das 9 às 19 horas, com entrada franca, na Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa, rua Galvão
Bueno, 540, próximo ao metrô São Joaquim, em São Paulo.

Informações pelo telefone: (11) 3207 5703, no horário comercial ou pelo site.

Fonte: América Mágica

  
  

Publicado por em