Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental

No período de 12 a 17 de junho de 2007, a AGEPEL, Agência Goiana de Cultura, realiza o IX FICA – Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental, que tem lugar na cidade de Goiânia – GO, sob a coordenaç&atil

  
  

No período de 12 a 17 de junho de 2007, a AGEPEL, Agência Goiana de Cultura, realiza o IX FICA – Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental, que tem lugar na cidade de Goiânia – GO, sob a coordenação do cineasta João Batista de Andrade, que volta à direção do evento após sete anos de ausência.

Com vasta experiência em cinema e televisão, o mineiro João Batista de Andrade produziu e dirigiu seis filmes na região do Centro-Oeste e se prepara para rodar mais um filme. João diz que considera a região uma das mais belas e ricas do país.

Realizado desde 1999, o FICA é o maior festival de cinema ambiental do país. Com uma temática urgente e atual, o festival traz, no conjunto, obras em total sintonia com a agenda mundial de meio ambiente. São filmes que abordam questões como o aquecimento global, produtos transgênicos e até guerra nuclear.

Dos 522 filmes inscritos, de 62 países, o júri de pré-seleção indicou 31 títulos para a Mostra Competitiva da nona edição do FICA, escolhidos entre os melhores em adequação ao tema, originalidade na abordagem, qualidade técnica e inovação de linguagem. Entre os 31 filmes, 20 são produções estrangeiras (15 países, contando-se co-produção) e 11 do Brasil, dos quais 5 são de Goiás.

PRÊMIOS

O IX FICA distribuirá, além de troféus, um total de R$ 240 mil (duzentos e quarenta mil reais) em prêmios, sendo:

1. Grande prêmio CORA CORALINA para o maior destaque entre as obras apresentadas, sendo um troféu e R$ 50.000,00 (cinqüenta mil reais);

2. Troféu CARMO BERNARDES e mais R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais) para o melhor longa-metragem;

3. Troféu JESCO VON PUTKAMER e mais R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais) para o melhor média-metragem;

4. Troféu ACARI PASSOS e mais R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais) para o melhor curta-metragem;

5. Troféu JOSÉ PETRILLO para melhor produção goiana e R$ 40.000,00 (quarenta mil reais);

6. Troféu JOÃO BÊNNIO para melhor produção goiana e R$ 40.000,00 (quarenta mil reais);

7. Prêmio BERNARDO ÉLIS e mais R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais) para a melhor série ambiental para TV.

JÚRI DE PREMIAÇÃO

O júri de premiação do IX FICA é formado por:

MICHEL MARIE – francês, professor de história e de estética do cinema na Universidade de Paris 3 – Sorbonne Nouvelle; vice-presidente da cinemateca universitária e membro da associação francesa de pesquisa da história do cinema e da AFECCAV – associação francesa de professores e pesquisadores de cinema e audiovisual.

TATA AMARAL – brasileira, diretora de Um Céu de Estrelas (1997), Através da Janela (2000) e Antonia (2006); com os dois primeiros títulos conquistou inúmeros prêmios no Brasil e no exterior; Antonia foi desenvolvido ao longo de cinco anos, em um processo de pesquisa que resultou em três curtas centrados na vida de jovens da periferia paulistana.

JOSÉ HAMILTON RIBEIRO – brasileiro, repórter com 50 anos de profissão, conheceu os horrores da guerra do Vietnã, trabalhou nas redações das revistas Realidade e Quatro Rodas, do jornal Folha de S.Paulo e dos programas Fantástico e Globo Repórter, ambos da TV Globo; há 25 anos é repórter e editor do programa Globo Rural.

LUIZ EDUARDO JORGE – brasileiro, cineasta, doutor em Artes/Cinema pela ECA/USP, com ênfase em roteiro e direção; é professor titular de mestrado em Gestão do Patrimônio Cultural e pesquisador do Instituto Goiano de Pré-História e Antropologia da Universidade Católica de Goiás.

FLO STONE – americana, fundadora e diretora artística do Festival Ambiental em Washington, D.C., nos Estados Unidos da América, que celebrou 15 anos em janeiro de 2007; foi uma das fundadoras do festival de cinema Margaret Mead, em Nova York, e criadora do Prêmio Earthwacth na National Geographic Society.

ULRICH RYDZEWSKI – alemão, músico de formação, trabalhou em diferentes bandas (do jazz ao experimental) e compôs para projetos de arte, dança e vídeo; desde 1982 produz vídeos e filmes em curta e longa-metragem. Seu Filme Carpatia foi vencedor do primeiro Festival dos Festivais, realizado em Goiás, em 2006.

Os documentaristas JOEL PIZZINI, MARLY MENDANHA e JURANDIR COSTA integram o júri da Mostra ABD – Associação Brasileira de Documentaristas – Goiânia.

FILMES SELECIONADOS

LONGA-METRAGEM

1. Gambit (documentário, Suíça/Alemanha - 2005) - Diretor: Sabine Gisiger

2. Ainda há pastores" (documentário, Portugal - 2006) Diretor: Jorge Pelicano

3. Khadak (ficção, Alemanha/Bélgica - 2006) Diretor: Peter Brosens e Jéssica Woodworth

4. Pirinop, meu primeiro contato (documentário, Brasil – Pernambuco - 2007) Diretor: Mari Corrêa e Kanaré Ikpeng

5. King Corn (documentário, Estados Unidos - 2006) Diretor: Aaron Woolf

6. Tambogrande mangos, muerte, minería (documentário, Peru - 2007) Diretor: Ernesto Cabellos e Sephanie Boyd

MÉDIA-METRAGEM

1. Wide is the sea or... A time to get stones together (documentário, Rússia - 2005) Diretor: Nikolai Makarov

2. Radiophobia (documentário, Espanha - 2005). Diretor: Julio Soto

3. The tiger and the monk (documentário, Áustria/Alemanha - 2006). Diretor: Harald Pokieser

4. V šeru ticha (In the Twilight of Silence - documentário, Rep. Tcheca - 2006) Diretor: Josef Císarovsky

5. Quando a Ecologia chegou (documentário, Brasil/Goiás - 2006) Diretor: Pedro Novaes

6. Mizoga (Carcasses) – (Ficção, Quênia - 2006) Diretor: Martin Munyua

7. Losing Tomorrow (documentário, França - 2005) Diretor: Patrick Rouxel

8. Tabac, la conspiration (documentário, Canadá - 2005) Diretor: Nadia Colllot

CURTA-METRAGEM

1. Carpa Diem (ficção, Itália - 2006) Diretor: Sérgio Cannella

2. Puffing Away (animação, Canadá - 2006) Diretor: Isaac King

3. Always Coca Cola (documentário, Alemanha - 2006) Diretor: Inge Altemeier e Reinhard Hornung

4. Lesson from Bam (documentário, Áustria - 2005) Diretor: Alizera Ghanie

5. Tree Robot (animação, Coréia do Sul - 2005) Diretor: Young-Min Park e Moon-Saeng Kim

6. Neuneinhalb: Klimawandel (Nine-and-a-half: Climate change) – (documentário – Alemanha - 2005) Diretor: Tvision Gmbh

7. The Fan and the Flower (Animação, USA - 2005) Diretor: Bill Plympton

8. Pra que te quero" (ficção, Brasil / Goiás - 2007) Diretor: Leonardo Costa Ribeiro

9. Lamento (Documentário, Brasil/Goiás - 2007) Diretor: Kin-Ir-Sem

10. Rapsódia do absurdo (Documentário, Brasil/Goiás - 2006) Diretor: Cláudia Nunes

11. Além dos Outdoors (documentário, Brasil / Goiás - 2006) Diretor: Caio Henrique Salgado e Paulo Henrique dos Santos

12. Memória sem Visão (Documentário, Brasil – São Paulo - 2005) Diretor: Marco Vale

13. Tyger (Animação. Brasil – São Paulo - 2006) Diretor: Guilherme

14. Yansan (Animação, Brasil – São Paulo - 2006) Diretor: Carlos Eduardo Nogueira

15. Consumidouro (Animação, Brasil – Paraná - 2007). Diretor: Fábio Pó, Felipe Grosso, Jack Lamb, Walmir Fernandes

SÉRIE TELEVISIVA

1. Nature Tech – The Material World - Cap. 02 (53’) / Nature Tech – Lifepower / Cap. 03 (52’) (Áustria e Albânia.) Diretor: Alfred Vendl Steve Nicholls

2. Tarú Ande – O Encontro do céu com a terra – Cap. 1 (25’) / Taré Ande – xakriabá: O Povo Invisísivel – Cap. 2 (25’) – (Documentário, Brasil – Rio de Janeiro) Diretor: Marco Altberg

FÓRUM

Nos dias 13 e 14 de junho (quarta e quinta-feira), no Teatro São Joaquim, na Cidade de Goiás-GO, será realizado o Fórum: O clima, a Amazônia e o Cerrado, como atividade integrante do IX FICA. Coordenado pelo jornalista Washington Novaes, o Fórum pretende ser uma contribuição para a formulação de políticas públicas nessa área em Goiás, no Centro-Oeste e no país. A Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado, universidades goianas e de Brasília, entidades representativas do empresariado goiano e a rede educacional do Estado também participarão do encontro.

Participam das mesas os seguintes especialistas:

José V. Marengo, do INPE, autor do estudo sobre os cenários para mudanças climáticas no Brasil ao longo do século 21, em cada um dos biomas (Amazônia, Cerrado, Semi-Árido, Mata Atlântica, Campos do Sul, zona costeira)

Luiz Pinguelli Rosa, secretário-executivo do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas, ex-presidente da Eletrobrás, coordenador do Programa de Planejamento Energético da COPPE/UFRJ

Ulisses Confalonieri, doutor em Parasitologia, membro do Conselho Científico do IPCC, professor do Departamento de Ciências Biológicas da Escola Nacional de Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública (Fiocruz)

Paulo E. Artaxo Netto, professor do Instituto de Física da Universidade de São Paulo, membro do painel do IPCC, coordenador do Instituto do Milênio do Experimento LBA (uso da terra na Amazônia e suas implicações climáticas)

Luiz Gylvan Meira Filho, físico, membro do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo, ex-membro do IPCC, ex-coordenador da política de mudanças climáticas no Ministério de Ciência e Tecnologia

Sérgio Besserman Vianna, ex-diretor da área de Meio Ambiente e ex-presidente do BNDES, coordenador de políticas públicas do governo municipal do Rio de Janeiro

Eduardo Assad, UNB e da Unicamp e Embrapa, autor de estudos sobre as influências do clima na agricultura brasileira (café, soja, milho, feijão), assim como sobre transformações necessárias para enfrentar as mudanças

Laerte Guimarães, coordenador do Laboratório de Análise e Processamento de Imagens da Universidade Federal de Goiás (que faz o monitoramento por satélite da Amazônia e Cerrado).

SHOWS, ENCONTROS E OFICINAS

Além das atividades acima mencionadas, o IX FICA apresentará shows de Ed Mota, Cidade Negra, encontro com Ismail Xavier e Jean-Claude Bernardet, cursos e oficinas com profissionais renomados, exposições fotográficas, mostra de filmes brasileiros e muitos outros eventos.

Ver programação completa no site oficial do IX FICA: www.fica.art.br

Fonte: F&M Procultura

Del Valle Editoria

Contato: vininha@vininha.com

Site: www.animalivre.com.br

  
  

Publicado por em