Fluxo de turistas estrangeiros a Foz do Iguaçu cresce 11,21% no primeiro semestre

Apresentando excepcional desempenho como destino para turistas estrangeiros em visita ao Brasil, o Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu (PR), teve um aumento acumulado de 11,21% no fluxo dos seis primeiros meses deste ano em comparação com o mesmo

  
  

Apresentando excepcional desempenho como destino para turistas estrangeiros em visita ao Brasil, o Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu (PR), teve um aumento acumulado de 11,21% no fluxo dos seis primeiros meses deste ano em comparação com o mesmo período de 2004.

Foram 286.755 turistas, ante os 257.843 que haviam sido registrados de janeiro a junho no ano passado. No mês de junho, isoladamente, os estrangeiros também vieram em maior número: 29.308, contra os 25.590 de 2004, um volume 14,52% superior. Os dados são fornecidos pela administração do Parque.

Incluindo-se os viajantes brasileiros, o Parque viu uma alta de 14,63% no fluxo do semestre (492.976/430.052), chegando perto da marca de meio milhão visitantes no período. Tomando-se os respectivos meses de junho, apenas, o crescimento foi de 7,49% (48.334/44.962).

Por regiões, o destaque fica para a participação do público do continente norte-americano na obtenção desses resultados. Neste mês de junho houve uma verdadeira invasão deles a Foz, com um fluxo 28,24% maior que em 2004.

Na análise comparativa dos semestres a alta foi de 26,41%. Ambas as taxas de crescimento são muito superiores em comparação àquelas registradas para todos os outros grupos de visitantes e períodos avaliados.

`Foi significativo o salto dado pelos turistas dos Estados Unidos, em especial porque normalmente aparecem na quarta colocação no ranking dos estrangeiros e, segundo os dados mais recentes, estão atrás apenas dos argentinos`, avalia o diretor de Estudos e Pesquisas da EMBRATUR (Instituto Brasileiro de Turismo), José Francisco de Salles Lopes.

É sempre importante lembrar que esse crescimento ocorreu em um período de valorização do real frente ao dólar, portanto, de encarecimento dos custos de viagem para os turistas estrangeiros, o que deixa claro o potencial de atração do destino.

De fato, o volume de turistas argentinos ainda é muito superior aos demais. Foram 88.614 de janeiro a junho deste ano. Mas com 19.803 pessoas, os americanos agora já aparecem à frente dos espanhóis (19.219) e franceses (18.732).

Completam, em ordem decrescente, a lista dos maiores emissores estrangeiros para o Parque Nacional do Iguaçu os paraguaios, alemães, italianos, ingleses e chilenos.

Os japoneses que vêm logo a seguir, e os chineses, pouco abaixo, têm tido constante participação entre os quinze maiores grupos de visitantes.

De acordo com o Estudo da Demanda Turística Internacional da Embratur, Foz do Iguaçu é a sexta cidade mais visitada do país por turistas estrangeiros. Na frente estão Rio de janeiro (RJ), São Paulo (SP), Salvador (BA), Fortaleza (CE) e Recife (PE).

Fonte: Embratur

  
  

Publicado por em