Fundo investirá US$1 milhão na produção de fitoterápicos

O Fida - Fundo Internacional para o Desenvolvimento da Agricultura investirá US$ 1 milhão para estimular a produção de medicamentos fitoterápicos por agricultores familiares do Mercosul. A informação é do coordenador regional do Fida/Mercosul, Álvaro

  
  

O Fida - Fundo Internacional para o Desenvolvimento da Agricultura investirá US$ 1 milhão para estimular a produção de medicamentos fitoterápicos por agricultores familiares do Mercosul.

A informação é do coordenador regional do Fida/Mercosul, Álvaro Ramos, que se reuniu em 23 de maio, em Brasília (DF), com o ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto.

O programa tem por objetivo o desenvolvimento sustentável dos agricultores, estimulando o correto manejo do meio ambiente na produção de medicamentos naturais.O ministro destacou que o Brasil possui um rico ecossistema e grande potencial para desenvolver esse mercado.

A agregação de valor à produção primária é outro fator de estímulo para o fortalecimento da atividade. O Rio Grande do Sul, que já conta com experiências na área, será o estado piloto para a execução do programa, que deverá ser estendido para outras regiões do Brasil.

O projeto deverá ser implantado dentro de um conceito de desenvolvimento regional, passando pela Argentina, Uruguai e Paraguai.

O projeto prevê o desenvolvimento de pesquisas, assistência técnica aos agricultores, capacitação, ações de manejo e construções de laboratórios para a produção dos medicamentos.

Também é considerada estratégica para o Brasil a patente das fórmulas e medicamentos desenvolvidos, preservando a soberania do País em relação aos seus recursos naturais.

`A idéia é que tenhamos no futuro um alto padrão de excelência na produção desses medicamentos, visando exportações até para o mercado europeu`, destacou o assessor de Relações Internacionais do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Milton Rondó.

O Brasil criará um comitê interministerial para o desenvolvimento do programa, envolvendo as pastas do Desenvolvimento Agrário, Ciência e Tecnologia, Saúde e Agricultura (por meio da Embrapa).

As definições estratégicas e técnicas do programa deverão ser concluídas em julho, quando haverá uma reunião entre representantes do Fida e dos governos do Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. O encontro será realizado na América do Sul, mas a data e o local ainda não estão definidos.

Fonte: NEAD

  
  

Publicado por em