Greenpeace realiza buscas para encontrar tripulante desaparecida em rio no Pará

O Greenpeace está realizando buscas nos rios do Pará para encontrar a tripulante Emily Craddock, 27 anos, que está desaparecida desde as 0h30min do dia 12 de dezembro. Emily, rádio operadora do MV Arctic Sunrise, estava a bordo do navio que saiu de Porto

  
  

O Greenpeace está realizando buscas nos rios do Pará para encontrar a tripulante Emily Craddock, 27 anos, que está desaparecida desde as 0h30min do dia 12 de dezembro. Emily, rádio operadora do MV Arctic Sunrise, estava a bordo do navio que saiu de Porto de Moz na quarta-feira (10/12) em direção à Belém.

O navio deveria chegar à capital do Pará na manhã de 12/12 , onde ficaria até terça-feira, dia 16 de dezembro. De Belém, o Arctic Sunrise partiria em direção ao Chile.

O navio do Greenpeace está realizando uma expedição no Pará em defesa da criação de reservas extrativistas e contra a exploração ilegal de madeira e outros crimes ambientais.

O desaparecimento de Emily foi constatado por volta das 8h da manhã da sexta-feira (12/12). Imediatamente, informamos a Capitania dos Portos e nosso helicóptero decolou para iniciar as buscas. Em seguida, três botes infláveis partiram para checar as margens do rio percorrido.

Ao mesmo tempo, o navio retornou pela mesma rota até a posição na qual o MV Arctic Sunrise encontrava-se às 0h30min do dia 12, horário em que Emily foi vista pela última vez pelo prático a bordo. Ela estava na sala de rádio.

Deste ponto, entre a Ponta do Severino, na margem esquerda do rio, e a Ilha do Capim, começamos a realizar varredura retangular e em ziguezague com o navio.

Os três botes infláveis percorreram as margens dos rios, contatando pescadores e moradores ribeirinhos em busca de informações, além de pedir ajuda na localização de Emily.

Nosso helicóptero fez mais de 6 horas de vôo próximo à linha da água e foi apoiado pelo nosso avião Cessna. Foram mais de 10 horas de buscas incessantes durante a sexta-feira (12/12).

O Greenpeace está empregando todos os seus recursos para encontrá-la: o navio Arctic Sunrise, o helicóptero, o avião Cessna e três botes infláveis. Também solicitamos ajuda ao Ibama, que enviou um helicóptero que estava baseado em Santarém.

Emily Craddock é cidadã inglesa e tem 27 anos, com mais de 4 anos de dedicação ao Greenpeace. Seus pais moram na Inglaterra e foram informados assim que constatamos seu desaparecimento.

As buscas foram reiniciadas hoje pela manhã e devem se estender por todo o dia. O Greenpeace solicita a ajuda da imprensa,dos ribeirinhos que vivem na região entre Barcarena e Belém e de todos aqueles que possam ajudar a encontrar a nossa Emily.

As buscam continuam ao longo do rio Pará, Ponta do Severino e Ilha do Capim. Comunidades próximas de Vila do Conde, Carnacijó, Arapiranga, Ilha das Pombas, Pátio do Xipaia e Rio Marajó Sul podem ajudar se tiverem alguma informação sobre a Emily. Na última vez em que foi vista, ela estava trajando uma blusa branca e calça lilás. Emily é loira, tem 27 anos e cerca de 1,67 m de altura.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Greenpeace

  
  

Publicado por em