Ibama criará reserva para conter grilagem de terras em Apuí/AM

O Ibama - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis está iniciando os estudos para a criação de uma Resex - Reserva Extrativista no município amazonense de Apuí, como forma de tentar solucionar os atuais conflitos de terra n

  
  

O Ibama - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis está iniciando os estudos para a criação de uma Resex - Reserva Extrativista no município amazonense de Apuí, como forma de tentar solucionar os atuais conflitos de terra na região.

A criação da Reserva é uma solicitação das próprias comunidades, que estão se sentindo cada vez mais ameaçadas pela atuação de grileiros que agem demarcando terras e expulsando ribeirinhos que trabalham na extração de castanha, copaíba e seringa.

O coordenador do CNPT - Centro Nacional de Populações Tradicionais do instituto no Amazonas, Leonardo Pacheco, esteve diversas vezes na região e pôde conferir de perto a problemática situação das comunidades.

Segundo relatos ouvidos por Leonardo, os grileiros vêm principalmente das cidades matogrossenses de Conisa, Rondonópolis e Aripuanã, comandando a expansão das fronteiras agrícolas daquele estado.

O Ibama está desenvolvendo estudos para a criação da Resex que, além de garantir aos ribeirinhos a posse da terra, facilitará o acesso a linhas de crédito para habitação e atividades extrativistas. O processo de criação já está em andamento.

Por enquanto, o órgão recebeu a solicitação das comunidades, fez uma visita técnica ao local e participou, juntamente com a CPT - Comissão Pastoral da Terra, do 1º Encontro dos Ribeirinhos do Rio Aripuanã.

Na reunião, eles puderam levantar seus principais problemas, buscar soluções, sanar dúvidas e discutir a importância e a necessidade da criação da Reserva.

De acordo com a representante da CPT, Marta Valéria, a situação das comunidades de Apuí é realmente grave e requer medidas imediatas para solucionar os atuais conflitos existentes. Ela compara Apuí à região da Terra do Meio, no Pará, próximo ao local onde foi assassinada recentemente a missionária americana Dorothy Stang.

`Os ribeirinhos estão se sentindo muito ameaçados pela ação dos grileiros e muitos já relataram ameaças de morte. Gostaríamos de chamar atenção para esse problema para conseguir a aprovação da reserva o mais rápido possível`, afirma.

A organização de um curso para formação de lideranças que coordenarão a reserva é o próximo passo a ser dado pelo Ibama.

Em seguida, o instituto fará um levantamento socioeconômico da região para identificar dados como a renda e a quantidade de habitantes do município, e um levantamento biológico que identificará os recursos naturais e as melhores formas de sua utilização.

Fonte: Ibama

  
  

Publicado por em