Incra quer acabar com grilagem de terras na área de influência da BR 163

O Incra - Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária começou, em agosto, a cadastrar a estrutura fundiária de toda a área de influência da BR 163.São 40 milhões de hectares, que vão de Cuiabá (MT) a Santarém (PA) e abrangem 50 municípios. O o

  
  

O Incra - Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária começou, em agosto, a cadastrar a estrutura fundiária de toda a área de influência da BR 163.São 40 milhões de hectares, que vão de Cuiabá (MT) a Santarém (PA) e abrangem 50 municípios.

O objetivo é acabar com a grilagem de terras que, segundo o Incra, impede o desenvolvimento da região. A idéia é promover a sustentabilidade. Serão investidos na operação R$ 30 milhões.

Após os cadastros, os imóveis de até 100 hectares serão regularizados. Os terrenos maiores serão analisados individualmente. Imagens de satélites, coletadas durante vinte anos, irão ajudar no trabalho, identificando há quanto tempo os imóveis estão ocupados.

A Polícia Federal e o Exército participam do reconhecimento da estrutura fundiária, que é uma iniciativa conjunta de 14 ministérios e faz parte do Plano de
Desenvolvimento Regional Sustentável da Área de Influência da Rodovia BR 163.

Fonte: Agência Brasil

  
  

Publicado por em