Investimentos no setor florestal podem chegar a R$ 14 bilhões

O Governo do Piauí quer atrair parte desses investimentos para uma área potencial de três milhões de hectares para plantio de florestas, nos municípios de Teresina e Uruçuí. Dos R$ 14 bilhões previstos para serem inves

  
  

O Governo do Piauí quer atrair parte desses investimentos para uma área potencial de três milhões de hectares para plantio de florestas, nos municípios de Teresina e Uruçuí.

Dos R$ 14 bilhões previstos para serem investidos nos próximos anos no setor florestal, o Piauí espera atrair R$ 4 bilhões, que serão aplicados em projetos de reflorestamento.

Com potencial de 2 milhões de hectares para plantio de florestas no município de Teresina e mais 1,7 milhão em Uruçuí, disponibilidade de terras adequadas ao desenvolvimento florestal e sua localização, indicam que o Piauí, particularmente no Vale do Rio Parnaíba, poderá atrair investimentos e se tornar um estado florestal no futuro.

Com todo esse potencial, o Piauí já está em campanha para atrair investimentos. E o governador do Estado, Wellington Dias, reuniu-se, hoje, na Fiesp, com o presidente da Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Franscisco e do Parnaíba) Luiz Carlos Farias, para apresentação, a mais de cem potenciais investidores, do Programa de Desenvolvimento Florestal do Vale do Parnaíba naquele Estado.

Entre os atrativos para viabilizar a captação de recursos, foram destacados o apoio técnico e incentivos fiscais específicos para o setor florestal. Além disso, o Piauí dispensa o tributo para indústrias e agroindústria , em 60% a 100%, de acordo com a localização e tipo de atividade. A isenção do ICMS vigora por um período de 10 a 15 anos.

O governador do Piauí destacou que `com a implantação do programa, a expectativa é gerar 12 mil empregos diretos e 48 mil indiretos na região de Teresina, além de provocar impacto de 55% no PIB da capital do Estado, gerar investimentos e melhoria da infra-estrutura de transporte, reduzir os níveis de pobreza com o aumento da renda e inclusão social, melhorar a Balança Comercial do País e do Piauí, aumentar a arrecadação de impostos, fortalecer o produtor rural e assentados, diminuir a pressão sobre as florestas nativas, recuperar terras degradadas e aumentar a área florestal preservada`.

O Programa de Desenvolvimento Florestal do Vale do Parnaíba foi elaborado pela Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná - FUPEF, a partir de outubro do ano passado, e inserido no contexto do Plano de Ação para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Parnaíba - PLANAP como Sub Programa Florestal.
acesso a este release (39) Sala de Imprensa: veja mais

Fonte: Primeira Página

  
  

Publicado por em

Rogério Francis Rodrigues

Rogério Francis Rodrigues

29/10/2008 22:44:23
Esse tipo investimento é um dos mais seguro pois é socialmente justo,economicamente viavel e ecologicamente correto.