Latinhas e garrafas Pet são usadas no combate a fome no Brasil

Três grandes empresas fecham parceria para reforçar o Programa Fome Zero, do Ministério de Segurança Alimentar do Governo Lula. Grupo Pão de Açúcar, um dos maiores varegistas do Brasil, Tonra-Latasa, responsável pela tecnologia norueguesa Tonra-Latasa Sy

  
  

Três grandes empresas fecham parceria para reforçar o Programa Fome Zero, do Ministério de Segurança Alimentar do Governo Lula. Grupo Pão de Açúcar, um dos maiores varegistas do Brasil, Tonra-Latasa, responsável pela tecnologia norueguesa Tonra-Latasa Systems de reciclagem de embalagens e a marca Camil de gêneros alimentícios somaram esforços e lançaram, no dia (5/6)em São Paulo e em 6/6 no Rio, o `Reciclar 10, Fome Zero`.

Através desta ação, 47 lojas do Extra estarão recebendo embalagens PET e latinhas nos Centros de reciclagem RePlaneta, instalados pela Tomra-Latasa nos supermercados em troca de cupons que valem arroz e feijão. Os produtos podem ser retirados para consumo próprio, ou doados para os bancos de alimentos, em seis estados brasileiros.

`Além dos benefícios ambientais, o `Reciclar 10, Fome Zero` estará auxiliando na melhoria da alimentação de centenas de famílias, pois alimentos básicos da dieta brasileira de alto valor nutricional ficaram mais acessíveis.

Fonte de renda para muitas famílias excluídas do mercado de trabalho, a coleta de recicláveis agora permite também o acesso direto a alimentos de qualidade`, reforça Eduardo Romero, diretor de Marketing Corporativo do Grupo Pão de Açúcar.

Desde que o Governo Federal apresentou o Programa Fome Zero, o Grupo Pão de Açúcar tem apoiado em diversas frentes o Ministério Extraordinário de Segurança Alimentar no sentido de colaborar, com sua experiência, com seu capital humano e com a presença nacional, para o sucesso do Programa.

O Grupo Pão de Açúcar foi a segunda empresa a ser oficialmente credenciada como Parceira do Fome Zero pelo Governo Federal.As ações implementadas pela parceria envolvem consultoria em logística e cadeia de suprimentos, com uma equipe de técnicos especializados à disposição do Mesa para integrar comissões de estudo para a distribuição de alimentos em todo o território nacional.

Desde o início de abril, as redes Pão de Açúcar, CompreBem, Barateiro e Extra Hipermercados estão realizando campanhas de mobilização para a doação de alimentos nas suas 500 lojas.

Os clientes também podem fazer doações em dinheiro por meio dos 7.700 caixas da companhia, que funcionam como correspondente bancário do Banco do Brasil desde maio de 2002.

Mais 600 empregos foram criados na companhia para os `Agentes Fome Zero`, cuja primeira função dentro do Grupo Pão de Açúcar é supervisionar os postos de arrecadação e prestar informações ao público sobre o Fome Zero.

A empresa está utilizando o sistema empregado pelo Instituto Pão de Açúcar para fazer a distribuição dos alimentos doados nos postos de arrecadação. Há cinco anos o Instituto mantém parcerias com mais de 1.100 entidades assistenciais, beneficiando até 80.000 pessoas carentes, entre crianças, idosos, deficientes e dependentes químicos. Além do cadastro do Instituto, cada uma das 500 lojas credenciou duas entidades beneficiárias.

Atualmente, o número de Organizações Não-Governamentais e entidades credenciadas para receber donativos chega a 1.500 nos 12 Estados onde a empresa atua. Estas entidades retiram os alimentos diretamente nas lojas ou nas Centrais de Distribuição, de acordo com um calendário aprovado por ambas as partes.

Fonte: Edelman do Brasil

  
  

Publicado por em

Ana Paula Romão das Neves

Ana Paula Romão das Neves

30/01/2011 22:24:16
Oi!
Achei esta ideia muito boa e produtiva para que possamos educar pessoas que estão acustumadas a pegar bolsas alimenticias. A atividades que fazemos na Instituiçao Religiosa é de promoção social, mas ainda estamos muito ligados ao assistencialismo e recebemos doações alimenticias dos participantes. Eu queria fazer esta troca de alimentos por mateial reciclado, pois em vez de dar bolsas fariam esse grupo a ter prazer em fazer compras e saber o que é necessario para sua sobrevivencia. Mas queria informações de onde posso começar o projeto e como trocar o material reciclado para obter dinheiro para comprar mais alimento.

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá, Para mais informações entre em contato com a Edelman do Brasil. Atenciosamente, Equipe Ecoviagem