Manejo da Ilha do Padre e Gruta do Lago Azul, em Bonito, úne governos, universidade e ONGs

O Monumento Natural do Rio Formoso popularmente conhecido como Ilha do Padre e a Gruta do Lago Azul, ambos unidades de conservação dos recursos naturais e atrativos de ecoturismo em Bonito, Mato Grosso do Sul, são objeto de uma parceria inédita. Repar

  
  

O Monumento Natural do Rio Formoso popularmente conhecido como Ilha do Padre e a Gruta do Lago Azul, ambos unidades de conservação dos recursos naturais e atrativos de ecoturismo em Bonito, Mato Grosso do Sul, são objeto de uma parceria inédita.

Repartições do governos Estadual e Federal na área de meio ambiente, a Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) e organizações não-governamentais, como o WWF-Brasil e o CIDEMA reúnem suas expertises e esforços para a elaboração e implementação de planos de manejo destas duas unidades de conservação de
forma integrada com o Parque Nacional da Serra da Bodoquena.

Uma ação concreta desta parceria ocorre a partir desta segunda-feira e vai até quarta, 28 de julho, quando a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMA) e UCDB realizam, com apoio do Programa Pantanal para Sempre do WWF-Brasil, uma oficina de unificação de conceitos e metodologias para elaboração dos planos de manejo das duas unidades de conservação.

No mesmo período será realizada a primeira reunião técnica para organizar o planejamento dos dois monumentos naturais. A oficina ocorre no auditório do Parque Estadual do Prosa, em Campo Grande.

Na oficina serão definidas as equipes de coordenação e de apoio técnico para elaboração dos planos de manejo e elaborada uma matriz de organização do planejamento, definindo as atividades de cada parceiro ao longo das etapas de execução dos planos de manejo. Também se pretende definir etapas e conteúdos dos planos de manejo.

A oficina será moderada pela coordenadora do Programa Pantanal para Sempre do WWF-Brasil, Bernadete Lange. Estão previstas abertura com Marcio Antonio Portocarrero, Secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMA) e Harald Brito, Gerente de Conservação da Biodiversidade do IMAP, além de apresentações de Maria Rosa Gonçalves, coordenadora dos planos de manejo dos parques nacionais da Serra da Bodoquena e da Chapada dos Guimarães, de Anna Christina Mendo dos Santos e Flávia Neri, da Gerência de Biodiversidade da SEMA/MS e de Rodiney Mauro, da EMBRAPA.

A parceria multi-institucional para a conservação dos monumentos naturais em Bonito foi inciada em 17 de junho passado, em uma visita técnica realizada ao Monumento do Rio Formoso seguida de reunião de trabalho promovidas pela UCDB. A visita e a reunião contaram com a participação de representantes da SEMA, IBAMA, do Programa Pantanal do Ministério do Meio Ambiente, CIDEMA e do WWF-Brasil.

Fonte: WWF-Brasil

  
  

Publicado por em