Manifesto em defesa da liberdade de imprensa

Diversas organizações da sociedade civil acabam de lançar um manifesto em defesa da liberdade de imprensa,repudiando a condenação do jornalista Lúcio Flávio Pinto, pela Justiça do Pará. O jornalista está sendo condenado por haver criticado a decisão de

  
  

Diversas organizações da sociedade civil acabam de lançar um manifesto em defesa da liberdade de imprensa,repudiando a condenação do jornalista Lúcio Flávio Pinto, pela Justiça do Pará.

O jornalista está sendo condenado por haver criticado a decisão de um desembargador que atestou como legítimas propriedades privadas, imensas porções de terras griladas pelo empreiteiro Cecílio do Rego Almeida, na Terra do Meio, no Pará.

A reportagem de Lúcio, publicada em 2000, utilizava dados do Incra e do Iterpa, para demonstrar que tratavam-se, na verdade, de terras públicas.

Assinam o manifesto :

Greenpeace, Amigos da Terra - Amazônia Brasileira, Fenaj (Federal Nacional dos Jornalistas), Sindicato dos Jornalistas - PA, GTA (Grupo de Trabalho Amazônico), Comissão Pastoral da Terra – Xingu, Instituto Socioambiental, Fase – PA, NEJ (Núcleo de Ecojornalistas) – RS, Amarc (Associação Mundial de Rádios omunitárias), APACC (Associação Paraense de Apoio às Comunidades Carentes), MDTX (Movmento em Defesa da Transamazônica e do Xingu), Faor (Fórum da Amazônia Oriental), 4 Cantos do Mundo (MG) e Pastoral da Terra da Igreja Metodista – Amazônia Legal.

Fonte: Greenpeace

  
  

Publicado por em