Matéria prima ecológica é destaque na XV ExpoMecPlena

Uma nova matéria-prima que combina pó de serra ou serragem com polímeros(polipropileno) e substitui a madeira em diversas aplicações, principalmente em locais úmidos, como decks, piscinas, janelas e portas, e um veículo revolucionário que desliza no ar, c

  
  

Uma nova matéria-prima que combina pó de serra ou serragem com polímeros(polipropileno) e substitui a madeira em diversas aplicações, principalmente em locais úmidos, como decks, piscinas, janelas e portas, e um veículo revolucionário que desliza no ar, com ajuda do efeito solo, princípio que aumenta a sustentação de uma aeronave ao voar rente à superfície, são os destaques da XV ExpoMecPlena, exposição de projetos de formatura da turma de 2004 do curso de Engenharia Mecânica Plena, do Centro Universitário da FEI (Fundação Educacional Inaciana).

A mostra acontece nesta quarta-feira (8), a partir das 19h, no Ginásio de Esportes do campus São Bernardo (av. Humberto de Alencar Castelo Branco, 3972).

O Projeto Polima, como foi batizado o novo composto, incentiva o uso consciente do resíduo do corte da madeira (pó de serra), que normalmente é queimado e prejudica o meio ambiente.

Por ano, o Brasil produz cerca de 610 mil toneladas de serragem, que poderiam ser aproveitadas como matéria-prima alternativa à madeira, na construção de decks, esquadrias de ambientes externos, moldes e andaimes.

`A utilização do WPC em larga escala evitaria o corte de centenas de árvores por ano`, revela o professor Arthur Tamasauskas, coordenador dos projetos.

Já o Projeto WIG - Asa sob efeito solo (do inglês, wing in ground effect) é um modelo em escala reduzida de um veículo intermediário entre o automóvel e o avião, que desliza no ar, rente à superfície.

O projeto foi montado para o estudo das asas sob efeito solo, que possibilitam uma série de vantagens sobre o transporte convencional, seja aéreo, aquático ou terrestre, como menor consumo de combustível e maior autonomia e capacidade de carga.

Veja outros destaques da XV ExpoMecPlena:

Projeto ECOBAT - Equipamento Cortador de Batata: máquina que corta batatas em formato palito, como as vendidas em supermercados.

Atualmente, as máquinas que efetuam esse processo são importadas e, o objetivo do projeto é desenvolver para o mercado brasileiro uma opção nacional, de alta produtividade.

O ECOBAT é capaz de produzir 2 toneladas de batatas palito por hora. As existentes no mercado processam apenas 300 kg de batatas por hora.

Projeto MAT-X: idealização, projeto e construção de uma máquina extrusora para fabricação de barras, tubos e diversos tipos de perfis metálicos.

Utiliza como princípio básico o processo de extrusão direta com casca, com aplicação de carga através de cilindro hidráulico.

Os materiais a serem extrudados são ligas chumbo-estanho, com auxílio de um equipamento hidráulico - bomba e pistão - com força máxima de extrusão de 392 kN.

O projeto conta ainda com a possibilidade de monitoramento dos parâmetros do processo, como medição das forças de extrusão através de células de carga, das velocidades do êmbolo de extrusão e temperatura durante o processo.

Projeto RECIPLAST: O projeto reflete a preocupação dos alunos com o meio ambiente. O RECIPLAST é um projeto que utiliza a embalagens plásticas para produção de peças plásticas recicláveis.

Para tanto, os alunos projetaram um equipamento de rotomoldagem, uma técnica utilizada para moldagem de peças ocas, que traz a vantagem de se obter artigos com paredes de espessura uniforme e alto detalhamento superficial, controle preciso do peso das peças moldadas, e baixa perda de material no processamento.

Serviço:

XV EXPOMECPLENA
Data - 8 de dezembro
Horário - a partir das 19h
Local - FEI campus São Bernardo (avenida Humberto de Alencar C.Branco, 3972, bairro Assunção)

Fonte: Companhia da Imprensa

  
  

Publicado por em

Oseias Tomim da Silva

Oseias Tomim da Silva

03/02/2009 14:11:59
Minha região (norte do Estado do Mato Grosso) tem muito pó de serra, gentileza me informar qual empresa vende a(s) maquinas necessárias para o aproveitamento do pó de serra, conforme composto desenvolvido pela Faculdade de Engenharia Mecânica da Fundação Educacional Inaciana (FEI) de São Bernardo do Campo SP.

Atenciosamente,

Oseias Tomim da Silva
Passarela 02, nr 66 ZC1
Matupa MT - CEP-78525-000
e-mail sa.ie.so@hotmail.com
fone 6635952572