Meio Ambiente é destaque na 2a Feira de Agricultura Familiar

BASF, inpEV e Azeredo EPI se unem para estimular a segurança do trabalhador rural, com o uso de equipamento de proteção individual(EPI) e a preservação ambiental durante o trabalho no campo, por meio da destinação final correta das embalagens vazias de de

  
  

BASF, inpEV e Azeredo EPI se unem para estimular a segurança do trabalhador rural, com o uso de equipamento de proteção individual(EPI) e a preservação ambiental durante o trabalho no campo, por meio da destinação final correta das embalagens vazias de defensivos agrícolas.

Esses temas serão apresentados na Estação de Segurança e Meio Ambiente, durante a II Feira Estadual da Agricultura Familiar e do Trabalho Rural, que acontece de 13 a 15 de agosto, em Agudos (SP).

Promovida pela Fetaesp, Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de São Paulo, a Agrifam terá mais de 100 estandes e espera receber cerca de 20 mil visitantes.

A Estação Segurança e Meio Ambiente é uma iniciativa pioneira, que levará até os pequenos produtores rurais informações sobre a importância da proteção da saúde do aplicador e dos cuidados com as embalagens vazias de defensivos para preservar o meio ambiente.

A BASF, uma das principais fabricantes de defensivos agrícolas do país, estará apresentando na Estação Segurança e Meio Ambiente, o Programa EPI da BASF, que está no seu sexto ano e já superou a marca de 160 mil kits comercializados através da parceria com a Azeredo EPI.

Hoje, esse programa é um dos mais atuantes no país, com resultados positivos e crescentes a cada ano.Somente em 2003, o Programa de EPI da BASF comercializou mais de 36 mil kits com equipamentos de proteção individual, além de estimular o uso correto dos EPI para mais de 165 mil pessoas durante palestras, treinamentos, dias de campo e grandes eventos. As iniciativas do programa são focadas na conscientização do agricultor, divulgando a importância da segurança no trabalho e também da proteção ambiental.

Em 2004, a BASF deverá investir mais de R$ 4 milhões em seu programa de segurança, dos quais mais de R$2,6 milhões serão destinados ao programa de destinação final de embalagens vazias de defensivos, gerido pelo inpEV – Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias.

“Para realizar esse trabalho temos parceiros que conhecem profundamente o segmento, como a Azeredo,que fabrica e fornece os EPI que são comercializados em nossos distribuidores a preços especiais, e o inpEV, entidade de âmbito nacional que tem a missão de gerir todo processo de destinação final das embalagens vazias de defensivos“, ressalta Roberto Araújo, gerente de Segurança da BASF.

Na Estação Segurança e Meio Ambiente, o inpEV estará orientando os visitantes sobre os procedimentos de preparação,armazenamento e devolução das embalagens vazias nas Unidades de Recebimento de Embalagens vazias espalhadas por todo Brasil.

Os técnicos do inpEV também estarão apresentando aos agricultores mais detalhes sobre a Lei 9.974/00 e o decreto 4.074/02, que regulamenta a responsabilidade específica dos agricultores, canais de distribuição, da
indústria e do poder público, no sistema de destinação final de embalagens vazias de agrotóxicos. Os visitantes da Estação poderão também conhecer os artefatos produzidos a partir da reciclagem das embalagens plásticas de defensivos, incentivada pelo InpEV.

O inpEV, único instituto a realizar o trabalho de destinação final de embalagens vazias no Brasil, representa a indústria no desenvolvimento de um programa permanente de orientação para a segurança dos agricultores, promovendo palestras e cursos sobre a importância da destinação correta das embalagens vazias de defensivos agrícolas.

A Estação Segurança e Meio Ambiente terá um ainda mini auditório onde serão exibidos os vídeos “Uso Correto dos EPI”, da BASF e “Lave-me e Devolva-me”, filme da campanha educativa do inpEV “A Natureza Precisa de Você”, que tem como símbolo o espantalho Olímpio.

Para apresentar a importância da aplicação correta e segura de defensivos agrícolas, serão feitas demonstrações de diversos tipos de equipamentos de proteção individual (EPI), desenvolvidos, fabricados e
comercializados pela Azeredo EPI.

Um dos destaques que serão apresentados pela Azeredo EPI é o Sistema Brisa de Aeração, lançado na Agrishow Ribeirão 2004, que oferece maior conforto para o usuário de EPI, aumentando sensivelmente a capacidade de troca térmica do corpo com o meio-ambiente.

Esse efeito é obtido pela utilização de uma tela 100% algodão, localizada na parte superior (frente e costas) do jaleco, que possibilita mais aeração e facilita a respiração do corpo do operador, proporcionando maior conforto.

Desde 1991, a Azeredo EPI desenvolve e industrializa equipamentos de proteção individual (EPI),oferecendo conforto e a máxima segurança indispensável ao aplicador de defensivos agrícolas.

“Procuramos proporcionar qualidade de vida ao trabalhador rural”, explica Luiz Edmundo Azeredo César, engenheiro agrônomo e diretor da Azeredo EPI.

Fonte: CL-A Comunicações:

  
  

Publicado por em