Micotoxinas contaminam 25% da produção mundial de grãos

Uma em cada quatro toneladas de grãos produzidos no mundo estão contaminados por fungos e micotoxinas. A afirmação é do prof. Trevor Smith, da Universidade de Guelph (Canadá), um especialista no assunto e foi feita no dia 12/5, segunda-feira, na abertura

  
  

Uma em cada quatro toneladas de grãos produzidos no mundo estão contaminados por fungos e micotoxinas. A afirmação é do prof. Trevor Smith, da Universidade de Guelph (Canadá), um especialista no assunto e foi feita no dia 12/5, segunda-feira, na abertura do 19º Simpósio Anual da Indústria da Alimentação, em Lexington (Kentucky, EUA).

Smith apontou a aflatoxina como o principal inimigo dos grãos. Mas não se trata de combater apenas uma micotoxina.

"Há dezenas já conhecidas e um número indeterminado de agentes que ainda não conhecemos", reconhece o especialista, que recebeu a Medalha de Excelência do evento, oferecida pela Alltech, empresa de soluções naturais para alimentação e saúde animal, promotora do simpósio.

"Mesmo conhecendo poucas micotoxinas, sabemos muito bem suas conseqüências", ressalta o prof. Trevor Smith, apontando os prejuízos causados: diminuição da qualidade das rações animais, menor eficiência de aves, suínos e bovinos e, conseqüentemente, menor segurança alimentar.

Os adsorventes são os agentes que ajudam a combater a presença das micotoxinas, eliminando-as dos grãos a ser utilizados na alimentação dos animais.

"Entre os adsorventes, destacam-se os naturais, como Mycosorb, eficientes e que não deixam resíduos nos produtos finais - carnes, ovos, leite", afirma Guilherme Minozzo, diretor da Alltech do Brasil, presente no simpósio dos Estados Unidos.

O Simpósio Anual da Indústria de Alimentação está recebendo 1.086 participantes de 64 países. A presença poderia ser ainda maior, tendo em vista que mais de 200 inscritos de paises do Sudoeste Asiático cancelaram sua ida, devido a SARS.

De qualquer maneira, esta é a mais concorrida edição do evento. Um grupo de cerca de 40 brasileiros - entre nutricionistas, profissionais da iniciativa privada, pesquisadores e consultores em alimentação animal - está presente.

A Alltech nasceu em 1980. Em apenas 23 anos já esta ranqueada entre as 18 maiores organizações de saúde animal do mundo, com faturamento de US$ 165 milhões em 2002. Segundo Pearse Lyons, fundador e presidente da Alltech, a receita da empresa deve atingir US$ 200 milhões este ano.

Fonte: Texto Assessoria de Comunicações

  
  

Publicado por em