Ministério do Meio Ambiente apoiará a comercialização de produtos sustentáveis

O Ministério do Meio Ambiente vai apoiar institucionalmente o programa Caras do Brasil do Grupo Pão de Açúcar que prevê a comercialização nas gôndolas de suas lojas de produtos sustentáveis. Os diretores do grupo, Hugo Bethlen, Waldir Ladario, Beatriz

  
  

O Ministério do Meio Ambiente vai apoiar institucionalmente o programa Caras do Brasil do Grupo Pão de Açúcar que prevê a comercialização nas gôndolas de suas lojas de produtos sustentáveis.

Os diretores do grupo, Hugo Bethlen, Waldir Ladario, Beatriz Queiroz e José Pascowitch, apresentaram à ministra Marina Silva e ao secretário de Desenvolvimento Sustentável, Gilney Viana, o programa que visa a absorção pela rede de supermercados de produções comunitárias, baseada em critérios socioambientais.

Além do apoio institucional, aprovado imediatamente pela ministra Marina Silva, o MMA vai ajudar o programa identificando, estimulando e preparando as comunidades.

Segundo Gilney Viana, será criada uma agência de incentivo que através de parcerias com o Sebrae e organizações não governamentais orientará os fornecedores a adequar a produção aos critérios de comercialização do Grupo Pão de Açúcar.

A rede de supermercados não vai exigir quantidade mínima , mas levará em conta a qualidade e as condições socioambientais dos produtos.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Sustentável, os produtos sustentáveis incluem os orgânicos, os artesanais, os reciclados e os que foram produzidos levando em consideração a preservação do meio ambiente e o desenvolvimento social e econômico da comunidade produtora.

Como exemplo, o secretário citou os móveis produzidos com aproveitamento de sobras de madeira, em Xapuri (AC), e a venda da castanha do baru, uma fruta típica do cerrado.

A previsão é de que os produtos sustentáveis cheguem a pelos menos duas unidades do Pão de Açúcar nos próximos dois meses.

Fonte: AssCom. MMA

  
  

Publicado por em