Nascem bezerros clonados a partir de gado

Pesquisadores norte-americanos comemoraram, na semana passada, o nascimento de dois bezerros clonados a partir do material congelado de uma raça ameaçada de extinção, a Banteng. Os filhotes nasceram em Iowa, um no dia 1º de abril e o outro no dia 3, e

  
  

Pesquisadores norte-americanos comemoraram, na semana passada, o nascimento de dois bezerros clonados a partir do material congelado de uma raça ameaçada de extinção, a Banteng.

Os filhotes nasceram em Iowa, um no dia 1º de abril e o outro no dia 3, e são cópias genéticas idênticas de um banteng macho que morreu no Parque Selvagem Animal de San Diego, em 1980.

Um dos animais passa bem e o outro está debilitado, mas os cientistas não fizeram avaliações sobre a expectativa de vida dos animais. Eles ressaltam que a fase crítica para mamíferos clonados é de duas a três semanas. Depois disso, os animais serão levados para o zoológico de San Diego.

O nascimento dos bezerros é resultado da parceria de três instituições de pesquisa dos Estados Unidos, a companhia de biotecnologia Advanced Cell Technology de Massachusetts, o Centro Sioux de Iowa e o Centro para Reprodução de Espécies Ameaçadas da Sociedade Zoológica de San Diego.

Juntas, elas desenvolvem, desde 1976, o projeto chamado de Zoológico Congelado, ou Frozen Zoo, em inglês. O objetivo é a coleta e preservação de amostras celulares de animais ameaçados de extinção.

A coleção do Zoológico Congelado tem 1.800 amostras de 335 espécies, entre pandas, condores e raças bovinas como o banteng. Hoje, há menos de 10 mil exemplares de banteng. Se sobreviverem, os bezerros clonados serão objeto de estudos de comportamento e reproduçãO.

Fonte: Agência Brasil

  
  

Publicado por em