Água, uma riqueza ameaçada

Embora cerca de dois terços do nosso planeta seja composto por água, é importante saber que apenas 2,75% deste volume é de água doce e apenas 1% serve ao consumo humano. A Faber-Castell monitora a qualidade das águas dos córregos e rios que passam por

  
  

Embora cerca de dois terços do nosso planeta seja composto por água, é importante saber que apenas 2,75% deste volume é de água doce e apenas 1% serve ao consumo humano.

A Faber-Castell monitora a qualidade das águas dos córregos e rios que passam por seus parques, com o objetivo de avaliar os efeitos gerados pelas plantações de Pinus. Durante os monitoramentos, a empresa verifica a
temperatura, cor, níveis de sólidos, presença de minerais e faz outras 54 análises.

As campanhas de coleta de amostras nos parques florestais são realizadas por técnicos de empresas especializadas em análises ambientais acompanhados por profissionais da área ambiental da Faber-Castell.

Esta preocupação estende-se à fábrica, onde 100% da água que é utilizada no processo industrial e sanitário - que representa cerca de 100 mil litros/dia -, é tratada na Estação de Tratamento de Efluentes, que foi considerada modelo pela CETESB (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) antes de ser devolvida ao ambiente.

O tratamento do esgoto biológico é feito através de microorganismos, que se alimentam de toda a matéria orgânica nele presente (lodo ativado). O esgoto industrial - água utilizada na lavagem dos equipamentos e limpeza das seções, passa por um tratamento físico-químico, que consiste na utilização de uma substância coagulante que reage com a sujeira, formando flocos que ficam no
fundo do tanque de decantação.

Desta forma, separam-se os resíduos da água limpa, que depois é encaminhada para os tanques onde é feito o tratamento do esgoto biológico para que ela seja oxigenada.

Para garantir que o tratamento está sendo feito de maneira correta, antes de ser devolvida aos rios, a água passa por um aquário cheio de peixes que atestam sua limpeza.

Fonte: XPress Assessoria de Comunicação

  
  

Publicado por em

Luiza

Luiza

30/10/2008 18:30:29
eu acho q esse ser humano tem q cuidar do q é seu, e nao destruir