ANA e franceses do IRD assinam plano de trabalho para monitoramento espacial hidrológico na bacia Amazônica

A cooperação ocorrerá até 2011 e visa a contribuir para a utilização de satélites no monitoramento hidrológico em grandes bacias hidrográficas

  
  

A Agência Nacional de Águas (ANA) e o Instituto de Pesquisa para o Desenvolvimento da França (IRD) assinaram o plano de trabalho para o projeto de “Monitoramento Espacial Hidrológico na Bacia Amazônica” na última terça-feira, 07/04, na sede da autarquia, em Brasília. A cooperação ocorrerá até 2011 e visa a contribuir para a utilização de satélites no monitoramento hidrológico em grandes bacias hidrográficas e atender à demanda nacional e internacional de monitoramento dos recursos hídricos e das variáveis ambientais, com enfoque no acompanhamento das variabilidades climáticas.

Representando a ANA, assinou o diretor Dalvino Franca. Pelo lado francês, Jean Loup Guyot, representante do IRD no Brasil, firmou o plano de trabalho. A Agência disponibilizará espaço físico e infraestrutura para que sete técnicos do IRD permanentes no Brasil e sete temporários possam trabalhar no projeto. O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) serão instituições coparticipantes do acordo.

Até dezembro de 2009, brasileiros e franceses trabalharão principalmente nas seguintes vertentes: criação de um banco de dados de séries obtidas por meio de estações virtuais criadas (aquelas em que dados, como os de níveis de rios e qualidade da água de reservatórios e várzeas, são gerados via satélite em pontos de interesse onde não há estações de monitoramento); a validação e calibragem de dados obtidos em estações convencionais e virtuais; e a realização de campanhas de medição de vazão, altimetria e coleta de amostras em estações virtuais. Ao final deste ano, haverá uma avaliação do andamento das ações do projeto, o que determinará as atividades a serem desenvolvidas em 2010.

Segundo o superintendente adjunto de Gestão da Rede Hidrometeorológica, Eurides de Oliveira, o plano de trabalho define as atividades para se atingir as metas previstas no projeto de monitoramento na bacia Amazônica, que está no âmbito do Acordo de Cooperação Técnica Brasil-França. “Nosso foco é obter informações de interesse da ANA e o IRD tem experiência nesta técnica inovadora de obtenção de dados hidrológicos via satélite”, destaca o superintendente adjunto.

Capacitação

Durante a vigência do acordo de cooperação, técnicos brasileiros e franceses serão capacitados sobre os temas contidos nas ações do projeto de “Monitoramento Espacial Hidrológico na Bacia Amazônica”. A ANA promoverá um curso para treinamento dos especialistas envolvidos no projeto, em sua sede, e o IRD realizará uma capacitação em Toulouse, França, com ênfase em extração e formatação dos dados de altimetria radar.

Fonte: ANA

  
  

Publicado por em