Atividades mobilizam comunidades locais na Semana da Água

Mylena Fiori Repórter da Agência Brasil Brasília - Aquecimento Global, desmatamento e recursos hídricos são o tema central da Semana da Água 2007, que começou na última quinta-fei

  
  

Mylena Fiori
Repórter da Agência Brasil




Brasília - Aquecimento Global, desmatamento e recursos hídricos são o tema central da Semana da Água 2007, que começou na última quinta-feira (15) e prossegue até 22 de março – Dia Mundial da Água - com programação em diversos estados brasileiros.

Oficinas, mutirões, debates e até uma romaria fazem parte das atividades, que têm por objetivo discutir realidades locais e conscientizar comunidades sobre o risco de escassez de água no planeta. Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), se nada for feito em 20 anos, 70% da população mundial sofrerá com a falta de água.

A Semana da Água é realizada desde 1999 pela Cáritas Brasileira, pelo Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (Irpaa), pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e pela Comissão Pastoral da Terra, com apoio de parceiros locais e nacionais. Em 2007, estão previstas atividades no Distrito Federal e nos estados de Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Ceará.

Hoje (17) à tarde, na Paraíba, está prevista uma romaria com participação de representantes comunitários, igrejas, Organizações Não-Governamentais (ONGs), pastorais sociais e sindicados ligados ao Coletivo de Mobilização Social do Médio Sertão da Paraíba. Os romeiros sairão do município de Teixeira e vão até Açude Poços, com paradas para reflexão sobre a realidade da água no mundo e na região.

No agreste de Pernambuco, desde o começo de mês têm ocorrido encontros municipais para sensibilizar as comunidades sobre a importância dos conselhos municipais de segurança alimentar e nutricional. A idéia é discutir também como a população pode contribuir para o efetivo funcionamento dos conselhos.

Neste final de semana, há programação nas cidades de Itaiba, Venturosa e Pedra. O encerramento será no dia 25, em Pesqueira, com uma caminhada, apresentação de grupos culturais da região e debate sobre políticas públicas de segurança alimentar e nutricional e a questão agrária no país.

O seminário regional sobre a Política das águas no Brasil e a luta pela Água no Semi-Árido ocorre no próximo dia 21 no Ceará, na cidade de Sobral. No dia seguinte, serão realizadas caminhadas e mutirões ecológicos nas cidades que banham o Baixo Acaraú, com participação das secretarias municipais de meio ambiente.

Em Alagoas, no município de Ouro Branco, desde o dia 6 vêm sendo realizadas oficinas de leitura para crianças, famílias, professores e Agentes de Desenvolvimento Local (ADLs) – a próxima está prevista para terça-feira (20).

Além disso, alunos e professores de escolas da zona rural, em parceria com a Secretaria de Agricultura do Município, farão mutirões para o plantio de mudas e espécies nativa da caatinga. Também em Ouro Branco e nas comunidades rurais de Pilão do Gato e Serrotinho ocorrerão celebrações eucarísticas em ação de graças pelas chuvas no sertão.

No Distrito Federal, entre 12 e 16 de março, manifestantes estiveram acampados em movimento contra a transposição das águas do Rio São Francisco e em defesa da revitalização do rio e de alternativas de convivência com o Semi-Árido.

Fonte: Agência Brasil

  
  

Publicado por em