Diários marítimos do século 16 ajudam no estudo do clima

Marinheiros que cruzavam os mares no longínquo ano de 1750 estão ajudando cientistas a estudar as mudanças climáticas no planeta. Os registros diários que os oficiais faziam sobre ventos e chuvas, enquanto abriam suas velas para ir de um porto a outro, re

  
  

Marinheiros que cruzavam os mares no longínquo ano de 1750 estão ajudando cientistas a estudar as mudanças climáticas no planeta. Os registros diários que os oficiais faziam sobre ventos e chuvas, enquanto abriam suas velas para ir de um porto a outro, resultaram num detalhado banco de dados que pesquisadores de quatro países estão analisando há três anos.

Entre os registros estudados estão os do Capitão Cook, memorável explorador inglês. A pesquisa cobre 100 anos, de 1750 a 1850, e vai permitir conhecer as alterações mais significativas que ocorreram no clima dos oceanos naquele período.

Com base nelas, os cientistas esperam prever possíveis mudanças no futuro. Estuda-se muito o clima na Terra, mas são poucos os estudos específicos sobre as mudanças climáticas nos oceanos, que cobrem 75% do planeta.

Fonte: Agência Estado


  
  

Publicado por em