Diretor e sócio da Florestal Cataguaes falam hoje sobre acidente ambiental, em São Paulo

Libertado pela Justiça terça-feira à tarde, o diretor-administrativo e financeiro da Florestal Cataguazes, Félix Santana, que ficou preso em Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, dará entrevista coletiva aos veículos de comunicação nesta quinta-feira,

  
  

Libertado pela Justiça terça-feira à tarde, o diretor-administrativo e financeiro da Florestal Cataguazes, Félix Santana, que ficou preso em Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, dará entrevista coletiva aos veículos de comunicação nesta quinta-feira, 17 de abril, às 11 horas, em São Paulo, na Sala Bronze do Hotel Della Volpe, à Rua Frei Caneca, 1199, Bairro Cerqueira César, juntamente com o diretor industrial João Gregório de Bem, sócio da empresa, que teve sua prisão preventiva revogada.

Participarão da coletiva também os advogados José Antonio Khattar e Antonio Fernando Pinheiro Pedro, consultor ambiental da Florestal Cataguazes.

Félix Santana, executivo contratado pela empresa há cerca de seis meses, preso em São Paulo dia 7 de abril, foi colocado em liberdade provisória terça-feira, 15 de abril, de acordo com decisão do desembargador federal Poul Erik Tyrlund, do Tribunal Regional Federal 2a Região, do Rio de Janeiro.

A prisão de Santana na Penitenciária de Campos (Rio de Janeiro) e a decretação de prisão preventiva de João Gregório de Bem, foram motivadas pelo acidente ambiental registrado dia 29 de março em um tanque de resíduos contido em área da Florestal Cataguazes, em Minas Gerais e sem operação desde 1993.

Serviço :

Entrevista coletiva

Data : 17 de abril de 2003

Horário : 11 horas

Local : Hotel Della Volpe - Sala Bronze

Rua Frei Caneca, 1199, Bairro Cerqueira César - Tel. (11) 34596464

Fonte: Furla Comunicação

  
  

Publicado por em