Entidades lançam campanha inédita contra desperdiço de água

Os “sete pecados capitais” no uso da água serão lembrados em evento hoje, dia 5 de junho, Dia Internacional do Meio Ambiente, na Represa Billings, em São Paulo. Sete barcos, conduzidos por velejadores de uma ONG da regi&at

  
  

Os “sete pecados capitais” no uso da água serão lembrados em evento hoje, dia 5 de junho, Dia Internacional do Meio Ambiente, na Represa Billings, em São Paulo. Sete barcos, conduzidos por velejadores de uma ONG da região do Grajaú, zona sul paulistana, levarão em suas velas alguns dos principais desperdícios cometidos no uso da água, em um evento educativo que terá ainda palestras, jogos e distribuição de cartilhas sobre o que não se deve fazer ao lavar roupa, a casa e na higiene pessoal, entre outros.

Promovido pela organização não-governamental Núcleo Pró-Vela, H2C Consultoria ambiental, Sindicato da Arquitetura e da Engenharia (Sinaenco), Instituto de Engenharia e Deca, a regata ecológica terá início pela manhã, a partir das 10h, com uma campanha educativa inédita com crianças de 7 a 11 anos.

As crianças assistirão apresentações sobre os grandes vilões do desperdício da água em residências e receberão uma cartilha, especialmente preparada para elas, com os Dez mandamentos da economia de água.

Logo após, as crianças farão um tour pela represa em uma escuna; ao longo do passeio, monitores especializados mostrarão os problemas (desmatamento, ocupação irregular, lançamento clandestino de esgotos, assoreamento, lixo) às margens da Billings e as formas de resolvê-los, contribuindo assim com a conscientização ambiental.

São Paulo: falta água e sobra desperdício

Somente com uma mudança de atitude de sua população é que São Paulo não enfrentará um novo racionamento de água até 2012. Atualmente a população da Grande São Paulo consome 2,5 vezes mais água do que a quantidade de água recomendada pela ONU. A cultura do desperdício levou o país a uma condição preocupante. Faltará água nas torneiras se a população não tomar consciência.

Mantido este nível de consumo, o fornecimento só poderá ser garantido na grande São Paulo para os “próximos cinco ou seis anos”, afirmou Paulo Massato Yoshimoto, diretor Metropolitano da Sabesp, durante evento em outubro do ano passado.

Porque a Billings

A represa Billings foi escolhida para ser palco da regata ecológica porque contém mais da metade de seu entorno ainda preservado, com a reserva da Mata Atlântica original, e é também o maior reservatório de água da Grande São Paulo, mas sofre a agressão do homem, com loteamentos clandestinos, lançamentos de esgotos, lixos entre outros.

Fonte: Mandarim Comunicação

Del Valle Editoria

Contato: vininha@vininha.com

Site: www.animalivre.com.br

  
  

Publicado por em

Tainara santos da cruz

Tainara santos da cruz

02/04/2009 14:34:04
Eu acho que se todo mundo colaborar contra o desperdicio de agua viveremos num mundo bem melhor.