Fotógrafo brasileiro viaja pelo mundo para retratar a água como obra de arte

O trabalho é resultado de 20 anos de pesquisa e do encantamento do artista pelos diferentes tons da água

  
  

Imagens de águas coloridas, transparentes, com formas e texturas diversas são retratadas no livro “Luz Líquida”, do fotógrafo brasileiro Guilherme Mallmann, que será lançado no dia 7 de dezembro na Livraria da Vila, em São Paulo.
Patrocinada pelas Indústrias Anhembi, a obra reúne 96 fotos do portfólio do artista a respeito da água e sua interação com a natureza.

Para produzir seu livro, Mallmann visitou Nova Zelândia, Chile, Argentina e Canadá, além de viajar pelo Brasil. Durante suas jornadas, captou as belezas de um elemento essencial para a vida. O trabalho é resultado de 20 anos de pesquisa e do encantamento do artista pelos diferentes tons da água.

Na década de 1980, quando morou no Canadá, presenciou a existência de águas com reflexos avermelhados, azulados, amarelados e texturização devido à junção de diversos fatores como composição química, condições ambientais e geológicas. As montanhas de quartzo, por exemplo, com a luz externa, dão o aspecto rosa à água.

Quando ainda não pensava em lançar uma obra sobre o tema, o fotógrafo conta que sempre teve a preocupação de procurar o melhor formato na fotografia para capturar as águas. “Quando analógicas, as fotos foram feitas em médio formato (rolo 120), pois são ideais para chegar ao resultado desejado. Na fotografia, tamanho é documento”, explica.

A idéia de “Luz Líquida” surgiu em janeiro deste ano. As imagens são reveladas pelas técnicas analógica e digital. Especialista em fotos preto e branco, Mallmann migrou para as fotos coloridas um olhar preocupado com as nuances de cor que a luz reflete no objeto a ser fotografado.

Mesmo usando a técnica digital, o artista não dispensa usar uma máquina fotográfica analógica quando necessário, planejando cada “clic” de sua arte. Em 80% das fotos, usa um polarizador, filtro que permite a passagem de luz em uma direção específica para obter maior qualidade no resultado.

Mais que um livro de fotografia, “Luz Líquida” é uma forma de conscientizar o público e os amantes da boa fotografia para o bem mais precioso da humanidade, e enxergar a água por outro prisma, como uma obra de arte, despertando diversas sensações no leitor.

Sobre Guilherme Mallmann:

Aos 13 anos, o carioca Guilherme Mallmann já tinha na fotografia uma de suas maiores paixões. Em 1987, aos 26 anos, mudou-se para o Canadá onde estudou, trabalhou com fotografia, e, a partir daí, transformou a natureza em seu único tema. Montanhas, lagos, rios, cachoeiras, tudo intocado pelo Homem,viraram seu principal cenário. Mallmann passou a viajar por todo o Brasil e também por vários países do mundo como Nova Zelândia, Canadá, Chile, Argentina, onde pode exercitar seu talento.

Fonte: Veridiana Novaes

Visite: www.revistaecotour.com.br

  
  

Publicado por em

Mariza

Mariza

7/12/2010 11:29:04
Belas fotografias... fotografias tbm é uma de minhas paixoes mas como nao posso praticar admiro o trabalho de quem pode, lindas mesmo!Parabens a quem publicou.