Goiás lança projeto para conservação da água

A Arca - Associação para Recuperação e Conservação do Ambiente, organização não governamental que mantém parceria com o Ibama - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis de Goiás, lançou na quarta-feira , 16 de março, o proj

  
  

A Arca - Associação para Recuperação e Conservação do Ambiente, organização não governamental que mantém parceria com o Ibama - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis de Goiás, lançou na quarta-feira , 16 de março, o projeto Vale Vivo, um dos 30 selecionados em todo o País que trata da conservação da água.

O projeto visa melhor adequar o uso e manejo dos recursos naturais ligados à bacia do João Leite, principal manancial de abastecimento da região metropolitana de Goiânia, objetivando proporcionar a sustentabilidade ambiental, econômica e social da região.

O evento aconteceu em Terezópolis de Goiás, município distante a 27 quilômetros da cidade de Goiânia. Constaram da programação uma coletiva para apresentação do projeto Vale Vivo, contando com a participação de representantes da Arca e da Petrobrás, visitas com o técnico da Petrobrás às propriedades de terra que começam a se adequar ao Programa de Produção Sustentável, apresentação de espetáculo circense sobre a preservação do Ribeirão João Leite, e um mutirão de plantio de mudas no entorno da Escola Municipal Vinadir Alves Ferreira.

Entre as várias ações que o projeto visa desenvolver, incluem-se práticas alternativas de produção de alimentos sem uso de agrotóxicos para garantir a defesa da água, cursos de capacitação para agropecuaristas sobre desenvolvimento gradativo de alimentos orgânicos, programas de Educação Ambiental nas escolas como instalação de hortas orgânicas, produção de energia alternativa, coleta seletiva de lixo, montagem de viveiros, confecção de cartilhas e outras ações educativas.

O Vale Vivo vai também elaborar o plano de manejo da APA - Área de Proteção Ambiental do João Leite, organizará o zoneamento urbano-ambiental da região Metropolitana de Goiânia e, segundo o presidente da Arca, Arnaldo Mascarenhas Braga, criará expectativas para que outras iniciativas sejam tomadas em prol da preservação da água.

Fonte: Ibama

  
  

Publicado por em

Ronan Antonio Rodrigues

Ronan Antonio Rodrigues

20/10/2008 09:03:40
Olá meu nome é Ronan, sou Administrador Rural, moro em Santa fé de Goiás - Go. Quero saber se posso participar desse projeto aqui na minha região, quero participar de alguma forma desse maravilhoso projeto.