Goiás se prepara para a cobrança pelo uso da água

As indústrias de laticínios e frigoríficos na bacia hidrográfica do rio Meia Ponte, em Goiás, estão recebendo orientação de um perito alemão sobre técnicas de redução do uso de água nos processos industriais, melhoramento do aproveitamento energético, rec

  
  

As indústrias de laticínios e frigoríficos na bacia hidrográfica do rio Meia Ponte, em Goiás, estão recebendo orientação de um perito alemão sobre técnicas de redução do uso de água nos processos industriais, melhoramento do aproveitamento energético, reciclagem de resíduos industriais sólidos e diminuição do lançamento de efluentes.

O trabalho do perito consiste em identificar os pontos onde as indústrias estão desperdiçando recursos, energia, água, insumos e matéria-prima. O objetivo é melhorar o índice de eficiência das indústrias e evitar o custo significativo que a cobrança pelo uso da água e pelo lançamento de efluentes representará para as empresas que não adotarem um novo modelo de gestão de recursos hídricos e saneamento.

Em Goiás, dentro em breve, o instrumento da cobrança pelo uso da água deverá ser iniciado na bacia hidrográfica do rio Meia Ponte, depois nas dos rios dos Bois e Turvo.

Fonte: SRH/MMA

  
  

Publicado por em