Mercosul lançou plano para proteger reserva de água doce

Os países que integram o Mercosul lançaram na quinta-feira (22/5), no Uruguai, um projeto para utilizar e preservar uma reserva subterrânea de água doce da região, uma das maiores do mundo.O Aqüífero Guarani, que poderia abastecer indefinidamente 360 milh

  
  

Os países que integram o Mercosul lançaram na quinta-feira (22/5), no Uruguai, um projeto para utilizar e
preservar uma reserva subterrânea de água doce da região, uma das maiores do mundo.O Aqüífero Guarani, que poderia abastecer indefinidamente 360 milhões de pessoas, cobre cerca de 1,2 milhão de quilômetros quadrados e ocupa parte do subsolo da Argentina, Brasil, Uruguai e Paraguai.

Com o projeto, que custará US$ 26,7 milhões, os governos do bloco estabeleceram normas para a extração
da água e coordenaram políticas para prevenir sua contaminação.

"É importante que nos concentremos em proteger o aqüífero, evitar a extração indiscriminada para salvar esta
galinha dos ovos de ouro" - disse o brasileiro Luiz Amore, um dos encarregados do programa.

Os governos da Holanda e da Alemanha, o Organismo Internacional de Energia Atômica, o Banco Mundial e a
Organização de Estados Americanos (OEA) também vão financiar o projeto, chamado de Sistema Aqüífero
Guarani (SAG), que se realizará nos próximos quatro anos.

Fonte: Ass. Imprensa Comitê PCJ

  
  

Publicado por em