MMA recebeu o novo projeto de transposição do Rio São Francisco

O MMA - Ministério do Meio Ambiente recebeu a revisão do estudo de impacto ambiental do projeto de transposição das águas do Rio São Francisco. A informação foi dada pelo ministro interino do Meio Ambiente Cláudio Langone, durante a realização do Seminári

  
  

O MMA - Ministério do Meio Ambiente recebeu a revisão do estudo de impacto ambiental do projeto de transposição das águas do Rio São Francisco. A informação foi dada pelo ministro interino do Meio Ambiente Cláudio Langone, durante a realização do Seminário Sobre Recursos Hídricos, no BNDES - Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

Para Langone, o projeto tem condições de prosperar nas negociações com o Comitê da Bacia do São Francisco, que serão concluídas no final deste mês, porque foi formulado com conceito diferenciado do projeto original.

O projeto, além de prever o equilíbrio entre o projeto de transposição e o compromisso com a revitalização da bacia, sugere a realização de um trabalho de zoneamento territorial para se evitar a especulação imobiliária das terras da região, em função da valorização com os canais de transposição, e uma garantia da água chegar à torneira do cidadão.

“Muitas vezes nós tivemos situações de obras como essa que não se preocuparam com os sistemas distribuição, não cumpriram o seu objetivo e deram insustentabilidade aos recursos que foram aplicados”, afirmou.

Cláudio Langone disse que o governo retirou neste atual projeto todos os elementos que criaram algum nível de conflito com a proposta anterior, como no caso da construção de usinas hidrelétricas, e a transposição do Rio Tocantis para o São Francisco, passando pela área do Jalapão. O ministro interino ainda não tem o cálculo do custo do novo projeto. O anterior ficava em torno de US$ 20 bilhões.

Fonte: Agência Brasil


  
  

Publicado por em