Os desafios na gestão da água serão abordados no Fórum Social Mundial

A falta de água potável já ameaça várias áreas do planeta. O problemadeve piorar nos próximos 20 anos, segundo estudo da ONU. Isso porque,nos últimos 70 anos, a população da terra triplicou e o consumo de água aumentou seis vezes. Partindo disto, a Un

  
  

A falta de água potável já ameaça várias áreas do planeta. O problemadeve piorar nos próximos 20 anos, segundo estudo da ONU. Isso porque,nos últimos 70 anos, a população da terra triplicou e o consumo de água aumentou seis vezes.

Partindo disto, a Unisinos e a Universidade do Bem Comum - que será oficialmente lançada durante o fórum - realizam o seminário Água e Bem Comum, Questões e Estratégias, dentro da programação do III Fórum Social Mundial, que acontece de 23 a 28/1 em Porto Alegre.

O seminário abordará os desafios para garantir o direito à água para todos, como um dos eixos fundamentais da construção de um outro mundo possível. As atividades acontecem de 24 a 27/1.

Confira a programação:

24/01/2003 -15h - Conhecimento, Cidadania, Bem Comum E ÁguaPainelistas: Vandana Shiva (India), Ivo Follmann (Brasil), MehdiLahlou (Marrocos), Riccardo Petrella (Itália e Bélgica)

25/01/20039h30 - Água, Bem Comum-Painelistas: François Martou (Bélgica): Concepções, políticas epráticas do Bem Comum; Larbi Bouguerra (Tunísia): Água na históriados seres humanos e da vida sobre o Planeta; Sylvie Paquerot(Canadá): O Direito e a água.

15h - oficinas: mercado da água, regulações internacionais, direitomundial da água;20h - espetáculo artístico, com o tema da água.

26/01/2003 - 9h30 - Usos, Regulações e Poderes :Painelistas: Dieter Wartchow (Brasil) e Chan Ngai Weng (Malásia) OsUsos da Água; Rosário Lembo (Itália) e Emílio Molinari (Itália) Asregulações da água; Bernard Maris (França) A emergência das grandesmultinacionais privadas da água.

27/01/20039h - Encerramento e conclusão: Questões e Estratégias, com trêsoficinas: Estratégias dominantes; Estratégias alternativas locais emundiais; Perspectivas no horizonte 2020-2025-Conclusões: Riccardo Petrella

Fonte: UBC

  
  

Publicado por em