Porto Alegre-RS sedia Fórum Internacional das Águas

Uma política equivocada de gestão está provocando a destruição dos recursos hídricos do planeta e agravando um quadro de escassez no abastecimento de água. Esse será um dos temas centrais do Fórum Internacional das Águas que será realizado em Porto Alegre

  
  

Uma política equivocada de gestão está provocando a destruição dos recursos hídricos do planeta e agravando um quadro de escassez no abastecimento de água. Esse será um dos temas centrais do Fórum Internacional das Águas que será realizado em Porto Alegre (RS) entre os dias 8 e 11 de outubro, no Centro de Eventos da Fiergs - Federação das Indústrias do RS.

Participarão do evento cientistas, empresários, profissionais da área, autoridades governamentais e não-governamentais que debaterão a busca de soluções para evitar a concretização de uma preocupante previsão: no ritmo atual de destruição de mananciais, em 30 anos, cerca de 3 bilhões de pessoas enfrentarão problemas crônicos de falta de água no mundo. Estima-se que apenas 2% das reservas de água doce do mundo estão disponíveis para o consumo humano.

Entre os participantes já confirmados para o evento está o Secretário Geral do Comitê Internacional para o Contrato Mundial da Água, Riccardo Petrella, que virá da Itália para relatar as propostas do Contrato e levar os resultados do encontro de Porto Alegre para a próxima reunião das águas que será realizada em Milão, na Itália.

Na sexta-feira (dia 10), será realizada a mesa redonda “Uma Política Mundial para as Águas”, que contará com a presença do ministro das Cidades, Olívio Dutra; do presidente da organização não-governamental Sea Shepherd e co-fundador do Greenpeace (Inglaterra),Paul Watson; do diretor-geral do Gabinete de Relações Internacionais do Ministério das Cidades, Planejamento do Território e Ambiente de Portugal, Antônio Gonçalves Henriques; do diretor-geral do Departamento Municipal de Águas e Esgotos de Porto Alegre (Dmae), Carlos Todeschini; e de um representante do Tribunal das Águas da Espanha. Ainda na sexta-feira, às 18h, o fórum será encerrado com a apresentação da Carta das Águas.

O Fórum é uma iniciativa conjunta da ARI - Associação Riograndense de Imprensa, governo federal (através dos Ministérios do Meio Ambiente e das Cidades), governo do Estado do Rio Grande do Sul, (através da Secretaria de Obras Públicas e Saneamento), e da Prefeitura de Porto Alegre, contando com o apoio da ONU - Organização das Nações Unidas.

Fonte: Agência Carta Maior

  
  

Publicado por em