Procon-SP alerta contra o desperdício de água

Em apoio à campanha da Sabesp, o Procon-SP alerta que a questão do racionamento de água não é somente uma questão de civilidade, mas de inteligência. O consumidor deve perceber que o uso racional da água afeta diretamente no controle do orçamento doméstic

  
  

Em apoio à campanha da Sabesp, o Procon-SP alerta que a questão do racionamento de água não é somente uma questão de civilidade, mas de inteligência. O consumidor deve perceber que o uso racional da água afeta diretamente no controle do orçamento doméstico.

O Brasil é o país que possui as maiores reservas de água potável do planeta. Porém, a população brasileira precisa aprender a gastar racionalmente esse bem tão precioso. Atualmente, cada paulistano gasta, em média, 180 litros de água por dia (com máximas de até 220 litros).

Essa média está muito acima dos 120 litros que são considerados suficientes pela ONU. As Nações Unidas concluíram que até 2050 faltará água para metade da população mundial.

Além disso, um terço dos países do mundo terão escassez permanente de água. Por esses e outros motivos, o consumidor deve ser conscientizado dessa situação.

A Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, dá dicas de como usar o recurso mais precioso da atualidade. É bom para todos, inclusive para o bolso.Um banho de ducha de 15 minutos consome 240 litros de água.

Fechar a torneira enquanto se ensaboa, diminuindo o tempo de banho para cinco minutos, pode reduzir o gasto para cerca de 80 litros.

Com uma mangueira semi-aberta, gastam-se 560 litros para lavar o carro. Se o serviço for feito com um balde, o consumo cai para 40 litros.

Máquinas lavadoras de louça e de roupa gastam muita água, por isso o ideal é que ambas só sejam usadas quando estiverem com sua capacidade total.

Esqueça a mangueira na hora de lavar a calçada. Água, só depois de varrer bem as folhas e a sujeira.Escovar os dentes durante cinco minutos com a torneira aberta provoca um gasto de 80 litros. Molhar a escova, fechar a torneira e enxaguar a boca com um copo de água consome menos de um litro.

O consumidor deve estar sempre atento aos pequenos vazamentos e a torneiras com defeito. As torneiras devem ser fechadas por completo depois do uso e consertadas se apresentarem qualquer defeito.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Procon-SP



  
  

Publicado por em