Projeto `Escola da Água` está atraindo muitos investidores

O projeto “Escola da Água” pretende implantar em todo o país centros de informações sobre esse bem maior da natureza que corre o risco de sofrer escassez. Elaborado pela Associação Internacional de Ecologia e Gerenciamento Ambiental, presidida

  
  

O projeto “Escola da Água” pretende implantar em todo o país centros de informações sobre esse bem maior da natureza que corre o risco de sofrer escassez. Elaborado pela Associação Internacional de Ecologia e Gerenciamento Ambiental, presidida pelo limnólogo José Galizia Tundisi, está atraindo cada vez mais investidores.

Autor do livro recém-lançado “Água no século XXI – Enfrentando a escassez”, Tundisi diz que a Escola da Água visa atender um público formado por professores e estudantes de todos os graus que queiram entender desde o ciclo hidrológico mundial, até a qualidade e as características das águas regionais, mapas de aqüíferos, e, até mesmo, a fauna aquática.

“Esse é um projeto muito comemorado, já que pretende popularizar as informações que, antes, só nós, acadêmicos, tínhamos acesso. Na verdade, toda a sociedade poderá ter acesso à Escola da Água mais próxima. A idéia é funcionar como um centro de
informações especializado”, diz Tundisi.

A cidade de Araxá, em Minas Gerais, foi a primeira a implantar uma Escola da Água, recebendo apoio do Banco do Brasil.Sobral, no Ceará, também já adotou o projeto. Em São Carlos, interior paulista, uma unidade está em fase de implementação.

“Outras Escolas da Água estão em fase estudo, como no vale do Rio Araçoai (Jequitinhonha-MG) e em Paulínia (SP)”, afirma José Galizia Tundisi, certo de que o projeto tende a receber apoio de mais prefeituras, governos e da iniciativa privada.

Fonte: Ex-Libris Assessoria e Edições

  
  

Publicado por em

Cleudiane

Cleudiane

17/08/2010 20:08:54
muito bom saber que tem varias maneiras de educar as crianças.