Qualidade da água de Brasília também será monitorada pela UNB

Universidade de Brasília (UnB), assinou no dia 10/12 com a Companhia de Água e Esgoto de Brasília (Caesb) convênio visando garantir a qualidade da água no Distrito Federal. O programa de cooperação técnica avaliará duas importantes bacias da região: a

  
  

Universidade de Brasília (UnB), assinou no dia 10/12 com a Companhia de Água e Esgoto de Brasília (Caesb) convênio visando garantir a qualidade da água no Distrito Federal.

O programa de cooperação técnica avaliará duas importantes bacias da região: a do Paranoá e a de Corumbá. O convênio será coordenado pelo professor do Instituto de Geociências da UnB Geraldo Boaventura.

Primeiramente, serão desenvolvidas pesquisas para verificar a qualidade da água e a situação dos sedimentos depositados no fundo dos rios e do lago.

Pesquisadores, professores e alunos da universidade participarão de todos os levantamentos, assim como técnicos da Caesb.

A parceria analisará a quantidade de metais pesados e pesticidas, além dos parâmetros físico-químicos e biológicos da água e da matéria orgânica.

As duas bacias escolhidas têm grande significado para o DF. A do Paranoá, por se tratar do lago artificial utilizado por grande parte dos brasilienses para o lazer. A de Corumbá, pela polêmica construção da Barragem de Corumbá IV, que pretende abastecer a capital nos próximos anos.

O problema é que um dos rios que fazem parte da bacia, o Merchior, recebe hoje esgotos in natura das cidade satélite de Ceilândia e Taguatinga. Trata-se do rio mais poluído do DF.

Fonte: AssCom UnB

  
  

Publicado por em