Relatório anual realizado no Rio Grande do Sul mostra a situação das águas no Estado

A situação dos recursos hídricos do Rio Grande do Sul pode ser conhecida no relatório elaborado pelo DRH - Departamento de Recursos Hídricos da Sema - Secretaria Estadual do Meio Ambiente e pela Fepam - Fundação Estadual de Proteção Ambiental. Embora prev

  
  

A situação dos recursos hídricos do Rio Grande do Sul pode ser conhecida no relatório elaborado pelo DRH - Departamento de Recursos Hídricos da Sema - Secretaria Estadual do Meio Ambiente e pela Fepam - Fundação Estadual de Proteção Ambiental. Embora previsto na lei 10.350/94, a chamada Lei das Águas, este é o primeiro relatório anual realizado no Estado.

O ex-governador do Rio Grande do Sul, Olívio Dutra, recebeu uma cópia em CR Room das mãos do diretor do DRH, Volney Zanardi Júnior, durante o ato de inauguração de obras no Parque Estadual de Itapuã no último dia 26 de dezembro. Conforme Zanardi Júnior, o relatório sintetiza os dados referentes à disponibilidade hídrica, suas demandas e conflitos de usos nas 24 bacias hidrográficas do Estado.

"São informações fundamentais para a sociedade aumentar o seu conhecimento a respeito dos recursos hídricos e incorporar isso ao planejamento de suas ações, seja na agricultura, indústria, lazer ou turismo", ressalta o diretor do DRH.

O relatório está acompanhado de mapas das bacias e estará, em breve, disponível na home page da Sema .

Outro acréscimo na gestão dos recursos hídricos se deu com a publicação no Diário Oficial do dia 27 de dezembro último, do Decreto 42047/02 que regulamenta o gerenciamento e a conservação das águas subterrâneas e dos aqüíferos no Rio Grande do Sul.

Conforme o documento, cabe ao DRH da Sema a administração das águas subterrâneas do Estado nos campos de pesquisa, captação, fiscalização, extração e acompanhamento de sua interação com o ciclo hidrológico. A Fepam deve normatizar procedimentos de prevenção, controle e fiscalização da qualidade das águas subterrâneas.

À Secretaria Estadual da Saúde compete, em articulação com os municípios, fiscalizar a qualidade das águas subterrâneas destinadas ao consumo humano, quanto ao atendimento do padrão de potabilidade, estabelecida por legislação específica.

Fonte: Asscom Sema-RS

  
  

Publicado por em

Beatriz

Beatriz

17/08/2011 18:52:53
Adorei o site é muito educativo!