Senador João Capiberibe quer preservar a água doce e a biodiversidade da Amazônia

Ao se pronunciar durante a exposição em Plenário do ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, o senador João Capiberibe (PSB-AP) manifestou na quinta-feira (27/2) sua preocupação no sentido de que a invasão dos Estados Unidos ao Iraque em busca do p

  
  

Ao se pronunciar durante a exposição em Plenário do ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, o senador João Capiberibe (PSB-AP) manifestou na quinta-feira (27/2) sua preocupação no sentido de que a invasão dos Estados Unidos ao Iraque em busca do petróleo possa, no futuro, repetir-se na Amazônia, à procura da água doce e da biodiversidade da região.

Para Capiberibe, assim como o petróleo foi o recurso natural mais relevante do século 20, a água doce será o insumo mais valorizado no atual século.

O senador quis saber do ministro como o Brasil poderá proteger suas riquezas.Amorim respondeu que o Itamaraty compartilha dessa preocupação e não considera que a tese seja extravagante e prematura.

A diplomacia brasileira, informou, age com vigilância, em todos os foros internacionais, para garantir a legitimidade da posse dos próprios recursos naturais por parte de potências ambientais como o Brasil, para se evitar que esses recursos sejam considerados “bens da humanidade”.

O chanceler citou, ainda, os esforços diplomáticos do Brasil para se fazer representar, de maneira permanente, no Conselho de Segurança das Nações Unidas, onde temas como esse certamente serão debatidos.

Fonte: Agência Senado

  
  

Publicado por em