Biólogo flagra jibóia devorando lagarto no quintal de casa em Bonito (MS)

Ele conta que, a cobra, de aproximadamente dois metros, demorou cerca de duas horas para devorar o lagarto, que, segundo ele, não era muito menor que a serpente

  
  
O biólogo foi surpreendido, quando, da janela da cozinha de sua casa em Bonito, a 300 quilômetros de Campo Grande, flagrou uma jiboia devorando um lagarto teiú. “ Estava na hora do almoço, pela janela, vimos uma movimentação estranha no quintal

O biólogo Daniel de Granville foi surpreendido, quando, da janela da cozinha de sua casa em Bonito, a 300 quilômetros de Campo Grande, flagrou uma jiboia devorando um lagarto teiú. “ Estava na hora do almoço, pela janela, vimos uma movimentação estranha no quintal, e fomos conferir. Quando chegamos, ela já estava sufocando o lagarto”, comenta.

Daniel conta que, a cobra, de aproximadamente dois metros, demorou cerca de duas horas para devorar o lagarto, que, segundo ele, não era muito menor que a serpente. O biólogo diz que flagrar uma cena dessas é uma coisa única “ É uma mistura de sentimentos, fascínio pela cena, preocupação com nossos gatos que frequentam o quintal e dó do pobre teiú que era visita certa na área”.

Em relação ao flagrante no seu quintal, ele revela que, por instantes, chegou a pensar em intervir na cena. “Me ocorreu a possibilidade de salvar o teiú, mas não era a coisa certa para se fazer. Primeiro, porque a natureza deve seguir seu rumo sem interferências. Segundo, já era tarde demais para tentar qualquer coisa com o pobre bicho. Assim que percebi que ela já havia sufocado o lagarto, e ia começar a comer, me afastei para não atrapalhar todo o ciclo”, diz.

Granville explica que após engolir o lagarto, a cobra saiu calmamente para a mata fechada. “Ela terminou de comer e saiu tranquilamente em direção a mata. Agora, provavelmente vai ficar “jiboiando” por uns 10 dias, sem se movimentar direito, só fazendo a digestão”.

Fonte: Portal Bonito

  
  

Publicado por em

Fernando

Fernando

17/05/2013 19:07:39
Muito interessante a atitude do biólogo de respeitar o ciclo da vida. Boa parte da população brasileira daria um "chilique" e tentaria matar a serpente.