Ibama apreende cerca de 3 mil animais na Rodovia Presidente Dutra em São Paulo

Fiscais do Ibama/SP, em uma operação conjunta com as polícias Civil e Ambiental, apreenderam, na quinta-feira (20/3) cerca de três mil animais silvestres na Rodovia Presidente Dutra, em Guarulhos, São Paulo. Os animais estavam camuflados na carga de p

  
  

Fiscais do Ibama/SP, em uma operação conjunta com as polícias Civil e Ambiental, apreenderam, na quinta-feira (20/3) cerca de três mil animais silvestres na Rodovia Presidente Dutra, em Guarulhos, São Paulo.

Os animais estavam camuflados na carga de produtos químicos de um caminhão proveniente de Feira de Santana, na Bahia.

Segundo o gerente-executivo do Ibama/SP, Wilson Almeida Lima, foi a maior apreensão de animais realizada pelo Ibama no Estado de São Paulo nos últimos 10 anos.

Entre os animais, havia 2.682 pássaros, como: corrupião, papa-capim, galo-de-campina, cravina, brejal, pássaro preto, azulão e caboclinho; 80 papagaios, 78 periquitos, 81 saguis e 38 iguanas. Dos 102 animais encontrados mortos, 97 eram pássaros silvestres, sendo 35 galos-de-campina e 31 azulões.

Os sobreviventes foram encaminhados ao Centro Especializado de Manejo de Animais Silvestres (Cemas), da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, para serem soltos ou enviados para criadouros registrados no Ibama.

O chefe de fiscalização do Ibama/SP, Luiz Antônio Gonçalves, identificou os responsáveis pelos animais apreendidos: Wanderlei da Silva Ribeiro, o motorista contratado pela empresa Rápido 900 para transportar a carga de produtos químicos, e o casal José de Santana Silva e Deuzari dos Santos Silva, que se apresentaram como donos dos animais.

O Ibama aplicou uma multa de R$ 1,5 milhão a cada um dos infratores – R$ 500 por animal –, sendo que, para os papagaios e os periquitos, espécies que constam da lista II da Convenção Internacional sobre o Comércio da Fauna e da Flora Ameaçada de Extinção (Cites), a multa foi de R$ 3 mil por animal. Eles foram autuados por transportar animal silvestre sem autorização do Ibama e responderão a inquérito por crime ambiental, explicou o fiscal.

Fonte: Ibama

  
  

Publicado por em

Valdecy Martins

Valdecy Martins

10/12/2008 12:22:49
É muito bom ver gente do IBAMA correta fazendo seu trabalho, pois temos visto na mídia muitos CORRÚPTOS do IBAMA e isso nos tira a credibilidade que deveríamos ter neles. É com ações desse tipo que a população conta, isso vem nos dar uma confiança no IBAMA paulista, parabéns.